G1 Mundo

Explosão em prédio em ilha britânica no Canal da Mancha deixa ao menos um morto

today10 de dezembro de 2022 16

Fundo
share close

Uma pessoa morreu e outras dez estão desaparecidas após uma explosão em um prédio em Jersey, informou neste sábado (10) a polícia da ilha britânica, que fica no Canal da Mancha.

O chefe da polícia local, Robin Smith, disse que uma pessoa morreu e outras duas foram levadas ao hospital com ferimentos leves.

“Logicamente, há várias outras pessoas com paradeiro desconhecido e por isso foi iniciada uma operação de busca e resgate”, afirmou Smith, que calculou em “uma dezena” os moradores do prédio que ainda não responderam aos chamados.



“Uma grande explosão” ocorreu por volta das 4h (perto de 1h da manhã no horário de Brasília) em um imóvel residencial em Saint Helier, cidade que fica no sul desta ilha situada em frente à costa francesa da Normandia, explicou.

O incêndio foi controlado, mas os serviços de emergência continuam realizando “trabalhos importantes” no local, que está isolado, informou a polícia.

Segundo Smith, entre 20 e 30 pessoas saíram do local e foram levadas para a prefeitura de Saint Helier.

“Dada a destruição do edifício, é difícil avaliar o número exato de desaparecidos”, admitiu a chefe do Governo de Jersey, Kristina Moore, acrescentando que a limpeza do local poderia levar “vários dias”.

As autoridades não informaram de imediato as causas da explosão.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasileiro-que-lutou-contra-ucrania-segue-preso-em-sp-por-municoes-e-drogas,-trabalha-na-limpeza-e-nao-recebe-visitas-de-parentes

G1 Mundo

Brasileiro que lutou contra Ucrânia segue preso em SP por munições e drogas, trabalha na limpeza e não recebe visitas de parentes

Em novembro do ano passado, ele foi condenado pela Justiça paulista a 8 anos, 1 mês e 6 dias de prisão em regime fechado pelos crimes de posse ilegal de munições de arma de fogo e tráfico de droga em Presidente Prudente, interior do estado. Atualmente ele cumpre a pena detido na Penitenciária de Tupi Paulista, distante mais de 600 km da capital. Rafael, que completou 38 anos no último […]

today10 de dezembro de 2022 22

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%