G1 Santos

Filha relata ‘comédia divina’ ao celebrar casamento da mãe com o sogro em SP

today2 de setembro de 2022 21

Fundo
share close

Já imaginou a sua mãe casar com o seu sogro? Essa é a situação vivida por Lucinea Figueiredo, de 70 anos, moradora de São Vicente, no litoral de São Paulo. Ao g1, ela disse que a união da mãe com o sogro é algo que desperta a curiosidade das pessoas que questionam sobre o parentesco.

O casal Valter Figueiredo, de 98 anos, e Delires Coelho, de 88, se uniu há quase 45 anos após o nascimento da neta Alessandra, filha da Lucinea com o marido que faleceu há seis anos – este filho de Valter.

Lucineia garante ter apoiado, junto com o marido, a união dos pais. “Uma comédia. Foi divino, maravilhoso, foi como se a gente tivesse abraçando mais uma vez a família, a gente fez de tudo [para dar certo]”.

A empresária Alessandra, de 44 anos, afirmou que os avôs têm muito amor pelo outro. “Para mim é um orgulho muito grande porque minha mãe precisava trabalhar e eu fiquei muito tempo com meu vô e minha vó. Tenho manias da minha vó, tenho muita coisa deles, é um orgulho muito grande”.

Lucinea junto com o sogro[e padrasto] Valter. Ele se casou com a mãe dela após o nascimento da filha Alessandra, em Santos, SP — Foto: Arquivo Pessoal



Segundo Lucinea, a mãe e o sogro já conheciam quando adolescentes. Valter viu Delires a primeira vez em um espaço onde o pai dela vendia carvão. “Meu sogro falava que ia comprar querosene e minha mãe estava lá toda suja de carvão”.

Ainda segundo Lucinea, ambos só voltaram a se encontrar depois que ela casou com o filho de Valter. “Já estavam viúvos e nasceu o amor deles. Estão até hoje, 45 anos”.

À neta Alessandra, os avós garantiram que não tiveram nenhum relacionamento no passado. “Eu até brinco que teve uma paquera, mas eles juram que não. Passaram anos, meu avô casou e minha vó casou. Depois de muitos anos se reencontraram porque minha mãe e meu pai casaram”.

Valter Figueiredo, de 98 anos, e Delires Coelho, de 88, estão casados há 45 anos em Santos, no litoral de SP — Foto: Arquivo Pessoal

Relacionamentos anteriores

Alessandra conta que com a primeira esposa Valter teve cinco filhos, entre eles o pai e ex-marido de Lucinea. Ele ficou viúvo quando a mulher morreu durante um aborto.

Passado um tempo, ele conheceu outra mulher, que cuidou das crianças para que trabalhasse. Com ela teve mais seis filhos e, novamente, ficou viúvo ao perder a companheira para um câncer.

Delires casou com o pai de Lucinea e teve três filhos. “Mas ele era muito mulherengo. Ela já se vestiu de homem para ir atrás do meu vô nos lugares. Ele deu muito trabalho, judiou muito e ela separou”, contou Alessandra.

Após se separar Delires casou com outro homem que morreu e a deixou viúva. “Só que ficou meu avô viúvo duas vezes e minha vó separada e viúva. [Foi quando] eu nasci. Foi no nascimento que houve essa aproximação. Na brincadeira, aconteceu. Meu vô e minha vó foram morar juntos”.

Segundo Alessandra, Valter tinha uma filha de aproximadamente um ano. Delires o ajudou a criar a menina. “Ela chama minha avó de mãe e hoje é quem cuida dos dois. Ela mora em São Paulo, desce [para o litoral], leva no médico, faz marmita. É um anjo na vida dos dois”.

Alessandra junto com os avós que iniciaram relacionamento após o nascimento dela há quase 45 anos — Foto: Arquivo Pessoal

A neta do casal relembrou um momento de afeto entre os dois na última vez que esteve na casa dos avós. “Minha avó está iniciando Alzheimer, mas ainda tem memória viva e eu me arrependi de não ter gravado, mas achei tão lindo que se eu parasse para pegar o telefone não ia ser a mesma coisa”.

Ele olhou para ela e falou assim: ‘Eu tenho que morrer depois que ela partir, não posso morrer sem cuidar dela porque ela cuidou de todos os meus filhos, que não eram dela. Então, hoje, me sinto na obrigação e no dever de cuidar dela até o último dia’. Achei tão bonitinho”, disse a empresária.

Para Alessandra, Delires é uma ‘superação’ e Valter é ‘inteligente’ com memória de dicionário. “O amor supera tudo, todas as fronteiras, todas as barreiras. O amor é a base da vida, se a gente tiver amor tudo flui”.

Filha contou ao g1 que é uma ‘comédia’ a mãe ter casado com sogro dela há 45 anos em Santos, SP — Foto: Arquivo Pessoal

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cerca-de-4.500-alunos-participam-da-1a-olimpiada-mirim-de-matematica

Prefeitura de Guarujá

Cerca de 4.500 alunos participam da 1ª Olimpíada Mirim de Matemática

Prova nacional aconteceu no último dia 30 e, pela primeira vez, envolveu alunos do 2º ao 5º do ensino fundamental A matemática sempre estará presente no nosso dia a dia. E, para mostrar que a disciplina não é um bicho de sete cabeças, 4.500 alunos da rede municipal de ensino de Guarujá comprovaram tudo o que aprenderam em sala de aula, participando da 1ª Olimpíada Mirim – Olimpíada Brasileira de […]

today1 de setembro de 2022 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%