G1 Mundo

Forças militares e paramilitares no Sudão assinam cessar-fogo de sete dias

today21 de maio de 2023 4

Fundo
share close

O anúncio foi feito em um comunicado conjunto dos mediadores do tratado, os Estados Unidos e a Arábia Saudita. Os países afirmam que o acordo vai ser monitorado, já que inúmeras tentativas anteriores foram violadas.

O tratado também engloba a distribuição de assistência humanitária, a restauração de serviços essenciais e a retirada de forças de hospitais e instalações públicas essenciais.

O conflito entre o exército do Sudão e as unidades paramilitares das Forças de Apoio Rápido (FAR) levou a um colapso das estruturas do país. Estoques de alimento, dinheiro e outros itens básicos estão em queda acentuada, e saques em massa têm atingido bancos, embaixadas, armazéns de assistência e até igrejas.



Grupos de ajuda afirmam que não conseguem prestar socorro adequado na capital, Cartum, na ausência de passagem segura e de garantias de segurança para suas equipes.

O conflito, que teve início em 15 de abril, já desalojou 1,1 milhões de habitantes no país e motivou o deslocamento de milhares para países vizinhos. Cerca de 705 pessoas foram mortas e ao menos 5,287 foram feridas, de acordo com a Organização Mundial de Saúde.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

grupo-de-mercenarios-wagner,-que-apoia-a-russia,-diz-ter-tomado-a-cidade-de-bakhmut,-na-ucrania

G1 Mundo

Grupo de mercenários Wagner, que apoia a Rússia, diz ter tomado a cidade de Bakhmut, na Ucrânia

O chefe do grupo paramilitar russo Wagner, Yevgeny Prigozhin, disse neste sábado (20) ter tomado por completo a cidade ucraniana de Bakhmut, cenário da batalha mais longa e sangrenta da ofensiva da Rússia. Kiev, por sua vez, garantiu que continua combatendo no local, mas reconheceu que a situação é "crítica". Se confirmada, a captura de Bakhmut representaria uma vitória para Moscou após vários contratempos. Também se daria antes de uma […]

today21 de maio de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%