G1 Mundo

Furacão Beryl passa para categoria 4 e se aproxima do Caribe

today30 de junho de 2024 13

Fundo
share close

O furacão Beryl, que até a manhã de sábado (29) era uma tormenta tropical, se tornou um furacão e, neste domingo, subiu para a categoria 4, de uma escaça de 5. Segundo meteorologistas, o fenômeno é inédito no sul do Caribe em junho e extremamente perigoso.

O furacão deve atingir principalmente o sudeste do Caribe, segundo o Centro Nacional de Furacões dos Estados Unidos (NHC). Barbados, Santa Lúcia, São Vicente e Granadinas e Granada ativaram alertas por furacão, enquanto Martinica, Tobago e Dominica estão em alerta de tempestade tropical, detalhou o NHC no seu último comunicado.

As ilhas de Barlavento devem ser as primeiras a serem atingidas, na manhã de segunda-feira.



Segundo o NHC, uma tempestade tão poderosa no início da temporada de furacões, que vai do início de junho ao final de novembro no Atlântico, é extremamente rara.

No fim de maio, a Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) disse esperar que a temporada de furacões deste ano “extraordinária”, com até sete tempestades de categoria 3 ou superior.

Com “ventos que ameaçam a vida”, Beryl é “agora um furacão de categoria 3 muito perigoso”, disse o centro no seu último boletim.

Um furacão é considerado de categoria 3 na escala padrão, a Saffir-Simpson, quando tem ventos de pelo menos 179 km/h. Já os de categoria 4 tem ventos sustentados de pelo menos 209 km/h.

Temperoada ‘extraordinária’

A Administração Nacional Oceânica e Atmosférica dos Estados Unidos (NOAA) declarou no final de maio que espera que este ano seja uma temporada de furacões “extraordinária”, com até sete tempestades de categoria 3 ou superior.

A agência citou as temperaturas quentes do oceano Atlântico e as condições relacionadas com o fenômeno climático La Niña no Pacífico para explicar o aumento das tempestades.

Nos últimos anos, os fenômenos meteorológicos extremos, incluindo furacões, tornaram-se mais frequentes e devastadores como resultado da mudança climática.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

por-que-uruguai-e-um-dos-paises-mais-caros-do-mundo

G1 Mundo

Por que Uruguai é um dos países mais caros do mundo

Mas se ele for a um mercado brasileiro próximo — algo para o qual basta atravessar a rua, porque a cidade continua sem barreiras com o nome de Sant'Ana do Livramento no Brasil —, essa mesma pasta de dente, produzida em São Paulo, custará R$ 6,99 (US$ 1,28). A pasta de dente é apenas um exemplo de que o Uruguai é um país caro, comparado aos seus vizinhos. O importador […]

today30 de junho de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%