G1 Santos

Geobags instalados na Ponta da Praia são vistoriados por professores da Unicamp, em Santos, SP

today26 de setembro de 2022 19

Fundo
share close

Barreiras submersas tem a função de diminuir a força das ondas. Vistoria aconteceu na sexta-feira (23)

Geobags instalados na Ponta da Praia são analisados por professores da Unicamp, em Santos, SP — Foto: Francisco Arrais/Prefeitura Municipal de Santos



A barreira submersa feita com sacos de areia, conhecidos como geobags passaram por vistoria na sexta-feira (23), em Santos, no litoral de São Paulo. A estrutura instalada na Ponta da Praia impediu que estragos acontecessem na orla após uma forte ressaca que atingiu a região no início do mês.

Em entrevista ao g1, o Secretário de Meio Ambiente, Marcos Libório disse que a pesquisa em campo teve uma analise visual positiva. “Os professores da Universidade de Campinas (Unicamp) fizeram a inspeção no local e, de acordo com o que foi visto, eles conseguiram avaliar o projeto piloto. Foi visto que a estrutura está preservada”, disse ele.

O secretário explicou que devido a situação climática no dia, não foi possível medir a quantidade de areia no local. “O acúmulo de areia não conseguimos calcular. Percebemos que há um banco de areia que se formou próximo aos bags e isso é muito positivo”, disse Marcos.

Uma nova data será marcada para finalizar essa etapa. “Vamos esperar o tempo estabilizar e conseguiremos concluir essa etapa dos estudos e avaliações”, disse ele.

O secretário explicou que em paralelo a esse trabalho da Unicamp, a Secretaria de Meio Ambiente está em processo de contratação para fazer uma inspeção com a presença de mergulhadores. “Vamos fazer uma filmagem debaixo d’água e coletar imagens da estrutura dos geobags”, disse Marcos.

Ele explicou que essa nova etapa deve acontecer nos próximos 30 dias. “Será importante saber como ficou o meio ambiente durante esse processo e como está o local onde foram colocadas as bags. Com a equipe na água teremos um relatório mais completo”, conta ele.

Ainda segundo Libório, o projeto piloto servirá de modelo para outros pontos da praia. “Esse estudo faz parte do plano de ação para conter mudanças climáticas e para que as ondas percam a energia até chegar o calçadão. Se continuar com os resultados positivos e dando certo, podemos estender para outros canais da orla”, finaliza Marcos.

Os geobags são barreira submersa de 275 metros e com 49 sacos de geotêxtil em formato de ‘L’ instalados em linha reta em frente à praia, a partir da mureta na altura da Rua Afonso Celso de Paula Lima.

Estes bags, segundo a prefeitura, têm a função de diminuir a força das ondas. Já a estrutura instalada paralela à praia, de 245 metros de extensão, tem o objetivo de ajudar a armazenar areia.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tubarao-mais-rapido-do-mundo-encalha-em-sp-e-e-salvo-ao-ser-devolvido-para-o-mar;-video

G1 Santos

Tubarão mais rápido do mundo encalha em SP e é salvo ao ser devolvido para o mar; VÍDEO

Segundo o Instituto Biopésca, animal apareceu em praia de Itanhaém (SP) e foi devolvido ao mar. Tubarão mais rápido do mundo é flagrado em praia no litoral de SP Um tubarão-anequim, considerado o mais rápido do mundo, foi flagrado em uma praia de Itanhaém, no litoral de São Paulo. Conforme apurado pelo g1 nesta segunda-feira (26), o animal tinha cerca de 1,5 metro e foi devolvido ao mar (veja o […]

today26 de setembro de 2022 70

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%