G1 Mundo

George Santos, deputado dos EUA que mentiu no currículo, é processado pela Procuradoria do país, diz rede de TV

today10 de maio de 2023 7

Fundo
share close

Promotores federais dos Estados Unidos apresentaram acusações criminais contra George Santos, o deputado filho de pais brasileiros que admitiu ter mentido sobre seu currículo. A informação é da rede americana CNN, divulgada nesta terça-feira (9).

Santos deve ir na quarta-feira a um tribunal federal em Nova York, onde as acusações foram protocoladas sob sigilo, também segundo a CNN.

Ainda não foi revelado por que a Procuradoria acusou Santos criminalmente.



Já se sabia que promotores federais estavam examinado as mentiras que Santos contou durante a campanha vitoriosa dele para deputado em 2022.

Mentiras de George Santos: deputado dos EUA filho de brasileiros vira piada em programas

Mentiras de George Santos: deputado dos EUA filho de brasileiros vira piada em programas

Investigado pelos outros deputados

Não são só os promotores que investigam o político filho de brasileiros. Em março, o Comitê de Ética da Câmara dos Deputados dos EUA começou diversas investigações sobre Santos para tentar descobrir se ele envolveu em atividades ilegais durante a campanha. Além disso os outros deputados também tentam descobrir se ele mentiu nas informações exigidas para os protocolos da própria Câmara e se ele violou leis federais relativas ao seu papel em uma empresa financeira que ele teve.

O gabinete de Santos, por meio de sua conta parlamentar no Twitter, disse anteriormente que está cooperando com a investigação do Comitê de Ética da Câmara.

Santos, um filho de imigrantes brasileiros, é do Partido Republicano e é abertamente gay.

Ele foi eleito em novembro pela região de Long Island, em Nova York. Na campanha, houve muita discussão sobre crime e violência.

A disputa atraiu muita atenção, pois tanto Santos como o adversário dele são homens gays. Santos foi o primeiro republicano que ainda não era deputado e se identifica como gay a ganhar uma cadeira na Câmara dos Deputados dos EUA.

Mas as reportagens do New York Times e de outros meios de comunicação em dezembro questionaram quase todos os elementos da história da vida de Santos.

Entre outras alegações, Santos disse ter diplomas da Universidade de Nova York e do Baruch College, apesar de nenhuma das instituições ter registro de que ele tenha estudado lá. Ele alegou ter trabalhado no Goldman Sachs e no Citigroup, o que também não era verdade.

Ele mentiu dizendo que era judeu e que seus avós escaparam dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial, e não revelou que foi casado com uma mulher por vários anos, terminando em 2019.

Após essas revelações, Santos pediu desculpas por “enfeitar” seu currículo. Mas ao mesmo tempo ele se defendeu. Por exemplo, ele se aproveitou de uma similaridade entre duas palavras em inglês que designam judeu: jew e jewish. O sufixo “ish” em inglês pode indicar uma relação ou ligação com a palavra. Santos disse em uma entrevista que ele não se declarou judeu (“jew”), mas relacionado a judeus (“jewish”). Em inglês, no entanto, as duas palavras são usadas cotidianamente para designar judeus.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

lula-diz-esperar-que-amorim-traga,-do-encontro-com-zelensky,-‘indicios-de-solucoes-para-a-guerra’

G1 Mundo

Lula diz esperar que Amorim traga, do encontro com Zelensky, ‘indícios de soluções para a guerra’

Lula deu a declaração à imprensa ao lado do primeiro-ministro da Holanda, Mark Rutte. O primeiro-ministro fez uma visita oficial ao presidente em Brasília. Lula enviou a Kiev o chefe da sua assessoria especial, o ex-chanceler Celso Amorim, para conversar com o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky a respeito da guerra. A conversa deve ser nesta quarta (10) Antes, Amorim esteve em Moscou para uma reunião similar com o presidente russo, […]

today10 de maio de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%