G1 Mundo

Governo de Mianmar ordena bombardeio contra oposição e mata mais de 50

today11 de abril de 2023 13

Fundo
share close

O grupo militar do governo de Mianmar atacou nesta terça-feira (11) um evento que contava com a presença de opositores, segundo a mídia local e alguns membros de resistências, entre 50 e 100 pessoas morreram no ataque.

O país está em crise desde o golpe de 2021, com ataques dos exércitos contra combatentes da resistência que desafiam o domínio dos militares.

Um membro da Força de Defesa Popular local (PDF), uma milícia anti-junta, disse à Reuters que caças dispararam contra uma cerimônia que marcava a abertura de um escritório local.



“Até agora, o número exato de vítimas ainda é desconhecido. Ainda não podemos recuperar todos os corpos”, disse o membro do PDF, que pediu para não ser identificado.

Pelo menos 1,2 milhão de pessoas foram deslocadas pelos combates pós-golpe, de acordo com as Nações Unidas.

Campo na cidade de Kan Balu, na região de Sagaing em Mianmar após bombardeio por parte do governo local — Foto: Kyunhla Activists Group via AP

Em exílio, o governo pró-democracia de Mianmar, o Governo de Unidade Nacional, condenou o ataque, chamando-o de “mais um exemplo do uso indiscriminado (dos militares) de força extrema contra civis”.

No mês passado, pelo menos oito civis, incluindo crianças, foram mortos em um ataque aéreo em um vilarejo no noroeste de Mianmar, segundo rebeldes de minorias étnicas e a mídia.

Os militares negaram as acusações internacionais de que cometeram atrocidades contra civis e dizem que estão lutando contra “terroristas” determinados a desestabilizar o país.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

beijo-em-crianca-e-acusacao-de-machismo:-as-polemicas-envolvendo-dalai-lama

G1 Mundo

Beijo em criança e acusação de machismo: as polêmicas envolvendo Dalai Lama

O vídeo foi gravado em um subúrbio da cidade Dharamsala, na Índia, onde fica o templo em que vive o religioso, em 28 de fevereiro, segundo a agência de notícias AFP. O vídeo mostra o Dalai Lama dando um "selinho" na boca do menino, que tinha ido cumprimentá-lo. O menino pergunta se pode abraçar o líder religioso, que aponta para sua bochecha e diz "primeiro aqui". O garoto dá um […]

today11 de abril de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%