G1 Santos

Grávida de 9 meses relata desespero durante assalto a farmácia em SP: ‘só pensava na minha filha’

today5 de julho de 2022 12

Fundo
share close

Caso ocorreu em um estabelecimento no bairro Embaré, em Santos, no litoral de São Paulo, na manhã desta segunda-feira (4).

Grávida de 9 meses relatou desespero durante assalto em farmácia, no bairro Embaré, em Santos, SP — Foto: Arquivo Pessoal



Uma grávida de 38 semanas [9 meses], que preferiu não se identificar, viveu momentos de tensão durante um assalto a uma farmácia na manhã de segunda-feira (4), na Rua Conselheiro Lafaiete, no bairro Embaré, em Santos, no litoral de São Paulo. Ao g1, ela disse que foi ao estabelecimento comprar coisas do enxoval para levar ao hospital porque a filha pode nascer a qualquer momento.

“Vi que um rapaz, provavelmente o gerente [da farmácia], ele foi ao caixa e ouvi ele falando para o criminoso esperar, que ele já ia abrir. Não estava entendendo nada. Nunca, na minha cabeça, [aquilo] seria um assalto. Eram 9h, nunca tinha passado por isso, fiquei sem entender”, explicou ela.

Segundo a mulher, alguém se aproximou dela e disse se tratar de um assalto. “Fiquei desesperada, só pensava na minha filha. Não sabia se ia embora, [mas] a entrada da farmácia é perto do caixa. Aí pensei: será que saio, será que eu fico? Quando olhei para o caixa, dei de cara com o ladrão. Fiquei com mais medo ainda”.

De acordo com a grávida, os criminosos estavam sem máscara, o que possibilitava ver o rosto deles. “A moça que estava no balcão falou ‘vai para o banheiro, você está grávida’. Daí eu fui com uma outra moça e a filha dela. A gente se trancou no banheiro. Fiquei muito nervosa porque estava crente que eles viriam atrás da gente. Comecei a chorar”.

Segundo a gestante, ela saiu de casa sem o celular e que ficou com medo deles tentarem arrancar a aliança dela. “Tentei tirar não pelo valor, mas pelo fato de tentarem arrancar de mim, não conseguirem e me empurrarem. Fiquei no banheiro desesperada, aí bateram na porta, gelei pensando que eram eles, mas era alguém da farmácia avisando que eles já tinham ido”.

Após o assalto, ela disse que caiu no choro e os funcionários da farmácia tentaram acalmá-la. “Agora estou mais calma, conseguindo falar. Antes eu só chorava. Já é uma situação ruim, pelo fato de eu estar grávida, fiquei mais vulnerável. Fiquei pensando que eles podiam me empurrar, me dar um tiro, só pensando nessas coisas, mas graças a Deus está tudo bem”.

Em nota, a Droga Raia reforçou que a ocorrência foi registrada e a empresa seguirá colaborando com as investigações das autoridades. Nenhum funcionário ficou ferido.

O g1 entrou em contato com a secretaria de Segurança Pública (SSP) e Polícia Militar, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: Mais assistidos do g1 nos últimos 7 dias

Newsletter G1 Created with Sketch.

O que aconteceu hoje, diretamente no seu e-mail

As notícias que você não pode perder diretamente no seu e-mail.

Para se inscrever, entre ou crie uma Conta Globo gratuita.

Obrigado!

Você acaba de se inscrever na newsletter Resumo do dia.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

juiz-nega-pedido-de-liberdade-a-procurador-que-espancou-chefe-em-registro

G1 Santos

Juiz nega pedido de liberdade a procurador que espancou chefe em Registro

No documento, o magistrado esclarece que o pedido apresentado pela defesa de Demétrius solicitava ainda que o réu, por ser advogado inscrito na Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), fosse mantido preso em uma sala do estado maior [sem grades ou portas fechadas], em prisão domiciliar ou até mesmo o encaminhado a um hospital ou clínica psiquiátrica. Demétrius foi detido em 23 de junho. Na decisão, o juiz pontuou que […]

today5 de julho de 2022 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%