G1 Santos

Guarujá oferece tratamento emergencial contra a Covid-19

today27 de dezembro de 2022 12

Fundo
share close

A Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, começou a oferecer nesta terça-feira (27) um tratamento emergencial para pacientes com Covid-19. O medicamento Nirmatrelvir+Ritonavir, mais conhecido como Paxlovid, é fornecido pelo Governo Federal e tem autorização temporária da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Na Baixada Santista, o remédio também é oferecido em Santos (SP).

Segundo a administração municipal, o Ministério da Saúde enviou apenas uma pequena remessa do medicamento, que é voltado para imunossuprimidos adultos ou idosos a partir dos 65 anos. Além disso, somente pacientes com sintomas de no máximo cinco dias podem ingerir o remédio.

Para ter acesso ao tratamento, o paciente deve apresentar um formulário do Ministério da Saúde, que deve ser preenchido pelo médico, junto com a prescrição do medicamento. A retirada é feita na Secretaria de Saúde (Sesau), que fica no Paço Municipal Raphael Vitiello, localizado na Avenida Santos Dumont, 640, 1º Andar, Sala 21, no bairro Santo Antônio, de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.



Caso seja necessário, um familiar pode ir à Sesau buscar o medicamento. Para isso, é preciso levar o Cartão SUS do paciente e o formulário preenchido pelo médico que atendeu a pessoa infectada pela Covid-19.

O Paxlovid contém compridos de Nirmatrelvir (cor rosa) e Ritonavir (branco). De acordo com a bula, pessoas lactantes devem interromper a amamentação durante o tratamento e por mais sete dias após a última dose.

Em casos de pacientes com insuficiência renal moderada, a dose deve ser adaptada. O medicamento não é recomendado para gestantes.

O Paxlovid interage com diversos medicamentos, sendo alguns de uso impeditivo e outros de uso com precaução. As interações medicamentosas podem ser consultadas no site e no Guia do Ministério da Saúde de uso do antiviral nirmatrelvir/ritonavir em pacientes com covid-19, não hospitalizados e de alto risco.

  • Início do tratamento após o 5º dia dos primeiros sintomas
  • Uso em pessoas com peso inferior a 40kg
  • Uso em pacientes com insuficiência renal grave ou dialítica, uma vez que a dose para essa população ainda não foi estabelecida
  • Uso em pacientes com insuficiência hepática grave conhecida ou suspeita de cirrose e insuficiência hepática grave
  • Uso com cautela em pacientes com doenças hepáticas preexistentes, anormalidades das enzimas hepáticas ou hepatite
  • Quaisquer hipersensibilidades aos componentes da fórmula

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-coloca-colchao-em-forno-e-incendeia-casa-do-ex-no-litoral-de-sp

G1 Santos

Mulher coloca colchão em forno e incendeia casa do ex no litoral de SP

Uma mulher de 40 anos incendiou a casa do ex-companheiro ao colocar um colchão dentro do forno e liga-lo. O caso aconteceu na tarde do último domingo (25), no bairro Tupiry, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. Segundo apurado pelo g1, ela disse aos policiais militares que teria 'perdido a cabeça'. De acordo com o Boletim de Ocorrência, a Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de […]

today27 de dezembro de 2022 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%