G1 Mundo

Hackers chineses atacaram contas do governo dos EUA, diz Microsoft

today14 de julho de 2023 8

share close

A empresa iniciou uma investigação sobre “atividades anômalas de e-mail” em 16 de junho.

Segundo a empresa americana, um usuário com nome Storm-0558 obteve acesso a contas de e-mail de aproximadamente 25 organizações, incluindo agências do governo.

A Microsoft não identificou os alvos atacados, mas um porta-voz do Departamento de Estado americano disse que atividades anômalas foram detectadas e que medidas imediatas foram tomadas para proteger os sistemas de informação. Oficialmente, o governo não dá mais informações sobre o incidente.



De acordo com o jornal “The Washington Post”, aparentemente as Forças Armadas, a comunidade de Inteligência e as contas militares de e-mail não foram invadidas. As contas de e-mail que foram violadas não eram classificadas como sigilosas.

O jornal informou, no entanto, que os endereços de e-mail do Departamento de Estado e da secretária de Comércio, Gina Raimondo, foram atingidos.

A rede CNN disse que os hackers chineses tiveram como alvo um pequeno número de agências federais e as contas de funcionários específicos de cada agência.

Governo dos EUA promete reação

O secretário de Estado americano, Antony Blinken, disse ao diplomata chinês Wang Yi, diretor do Escritório da Comissão de Relações Exteriores do Comitê Central do Partido Comunista da China, que os hackers serão responsabilizados.

Segundo uma pessoa do governo dos EUA que pede para não ser identificada, Blinken deixou claro para os chineses que qualquer ação contra o governo americano, empresas americanas, cidadãos americanos, é uma grande preocupação que medidas serão tomadas para que os responsáveis prestem contas disso.

Em um texto publicado em um blog da MIcrosoft,, o vice-presidente-executivo da empresa, Charlie Bell, disse que a avaliação é que “este adversário se concentra em espionagem, em como obter acesso aos sistemas de e-mail para coleta de dados de Inteligência”.

O conselheiro de Segurança Nacional dos EUA, Jake Sullivan, abordou o incidente em uma aparição na quarta-feira no programa Good Morning America, da ABC, e ressaltou que tudo foi detectado “muito rápido”.

“O assunto ainda está sendo investigado, então deixo para lá porque estamos reunindo mais informações em consulta com a Microsoft e continuaremos informando publicamente à medida que soubermos mais”, disse ele.

O senador americano Mark Warner, presidente do Comitê de Inteligência do Senado, afirmou que o painel está “monitorando de perto o que parece ser uma violação significativa da segurança cibernética por parte da Inteligência chinesa”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Corte Internacional rejeita expansão da Nicarágua em alto-mar e encerra disputa marítima com a Colômbia

A decisão enterra uma disputa de um século entre o país e a Colômbia, que lutava contra a expansão por proteger suas ilhas perto da costa de Nicarágua - as de San Andrés e Providência e Santa Catalina. O governo nicaraguense foi então à Corte Internacional de Justiça - o tribunal da Organização das Nações Unidas (ONU) para resolver conflitos entre nações - pedindo uma expansão de seus direitos em alto mar. Mas, nesta terça, a Corte negou o pedido […]

today14 de julho de 2023 16

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%