Destaques

Hindus radicais atacam e dão prazo para famílias cristãs renunciarem a fé

today25 de junho de 2024 2

Fundo
share close

A aldeia de Bade Paroda, na Índia, tem sido palco de confrontos religiosos intensos desde 2023, com as minorias cristãs frequentemente enfrentando ataques e intimidações. Segundo um advogado que representa as famílias afetadas, um dos feridos teve a perna quebrada, evidenciando a gravidade da violência.

As famílias cristãs foram forçadas a fugir da aldeia, após serem coagidas a assinar uma declaração, na presença das autoridades locais, comprometendo-se a se converter ao hinduísmo dentro de dez dias para poderem retornar. O advogado, que prefere permanecer anônimo, relatou ao Maktoob que essas famílias temem por suas vidas, acreditando que seriam mortas se não cumprissem a exigência de conversão.

O Fórum Cristão Unido (UCF) revelou que pelo menos 23 casos de violência contra cristãos foram registrados apenas na semana passada. Nos primeiros três meses de 2024, cerca de 200 crimes de ódio contra cristãos foram relatados. Além da violência física, o grupo Hindutva destruiu propriedades, demoliu muros e colheitas, causando grandes perdas financeiras. Os radicais ameaçaram as vítimas de morte, exigindo que renunciassem ao cristianismo.

Em um incidente ocorrido em 12 de junho, membros afiliados ao Bajrang Dal e ao RSS impediram que os aldeões cultivassem suas terras, alegando que as terras pertenciam às “divindades” da aldeia. As famílias foram arrastadas de suas casas, espancadas e detidas no Panchayat Bhawan. O ataque incluiu meninas menores de idade e resultou em uma perna fraturada para Shoba, uma das vítimas.

A comunidade cristã de Bade Paroda tem enfrentado uma falta crônica de proteção policial, tornando-os alvos fáceis para ataques. Apesar dos repetidos pedidos de ajuda, as autoridades responsáveis pela aplicação da lei permaneceram em grande parte ausentes.



Um relatório publicado em dezembro de 2023 por um grupo de defesa documentou um aumento na violência contra cristãos na Índia nos últimos anos. O número de casos aumentou de 505 em 2021 para 599 em 2022, e para 687 em 2023. Esse último incidente em Bade Paroda só intensificou o medo entre as famílias cristãs, levando muitas a abandonar a aldeia em busca de segurança.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Destaques.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

voo-com-julian-assange-e-o-mais-monitorado-do-mundo,-diz-site-de-rastreamento-aereo

G1 Mundo

Voo com Julian Assange é o mais monitorado do mundo, diz site de rastreamento aéreo

Por volta das 13h20, mais de 2.900 pessoas acompanhavam o trajeto simultaneamente no site. Às 11h20, no horário da decolagem de Bangkok, eram 6.000 usuários do site monitorando o voo VJT199 com destino a Saipan. Pelo acordo, Assange deve ficar em liberdade após assumir culpa pelos crimes de vazamento de documentos confidenciais dos EUA e pedir perdão ao governo norte-americano. O fundador do WikiLeaks foi intimado também a comparecer a […]

today25 de junho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%