G1 Santos

Homem dá 17 facadas na companheira após ser demitido e convulsionar: ‘Estou viva por um milagre’

today7 de julho de 2024 3

Fundo
share close

Um vigilante, de 35 anos, foi preso após tentar matar a companheira, de 51, em Apiaí (SP). A vítima, que preferiu não ser identificada, está internada em um hospital da cidade. Ela contou ao g1, neste domingo (7), que levou 17 facadas nas costas ao ligar para o resgate, pois o homem havia tido uma convulsão e estava batendo a própria cabeça contra a parede.

A mulher contou que a tentativa de feminicídio aconteceu na última sexta-feira (5). Ela disse ter chegado em casa, no bairro Vila Fepasa, e se deparado com o companheiro muito nervoso por ter perdido o emprego.

Na ocasião, o homem disse à vítima que iria embora para Curitiba onde tentaria arrumar um emprego e a mulher disse que eles planejariam tudo. Em seguida, ele teve uma crise, caiu no chão e convulsionou. “Eu já trabalhei [na área da] saúde. Segurei a cabeça dele, ele levantou e começou a bater na parede”.



A vítima contou que ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) socorrer o companheiro. Enquanto ela estava ao telefone, o parceiro foi à cozinha, pegou uma faca e começou a esfaqueá-la nas costas.

“A moça do Samu estava ouvindo. Empurrei ele, mas ele é muito forte e consegui correr, fui para a rua, comecei a gritar, chamei os vizinhos, mas as pessoas têm medo. Ele foi atrás de mim e continuou me esfaqueando”, disse a vítima.

Caída na rua, a vítima foi vista por vizinhos que acionaram o Samu, enquanto o vigilante fugiu do local. Ela foi socorrida e levada ao hospital, onde permanece internada. “Eu só estou viva por um milagre. […] Graças a Deus eu escapei, muitas não escapam”.

Ao g1, o delegado Valmir Oliveira Barbosa disse que o caso foi registrado como tentativa de feminicídio na noite de sexta-feira (5) na Delegacia Sede de Apiaí. O criminoso foi preso preventivamente, no sábado (6), escondido em uma serraria abandonada.

Ainda de acordo com o delegado, o homem teve uma crise de ansiedade, ficou agressivo e golpeou a vítima com diversas facadas, todas nas costas.

O g1 entrou em contato com a Secretaria de Segurança Pública do Estado (SSP-SP), mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Conheça o código que pode ser usado por mulheres para denunciar agressão

Conheça o código que pode ser usado por mulheres para denunciar agressão

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

medica-e-rendida-na-saida-de-plantao,-da-fuga-a-assaltante-e-acaba-estuprada

G1 Santos

Médica é rendida na saída de plantão, dá fuga a assaltante e acaba estuprada

De acordo com o boletim de ocorrência (BO), obtido pelo g1 neste domingo (7), a médica disse aos policiais que o criminoso exigiu que ela dirigisse até uma rua do bairro Loty. Quando chegaram ao destino, porém, o carro atolou em uma vala. Ainda segundo o relato da vítima, ela foi vendada e conduzida a uma residência. No local, o criminoso a teria agredido fisicamente e a estuprado por três […]

today7 de julho de 2024 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%