G1 Santos

Homem que atirou e matou tricampeão mundial de jiu-jitsu e idoso é julgado no litoral de SP

today6 de outubro de 2023 1

Fundo
share close

Maurício Souza Alvez, de 35 anos, acusado de matar o paratleta tricampeão mundial de jiu-jitsu Thaynã Higor, de 25 anos, e um idoso, 67, em um restaurante em Praia Grande, no litoral de São Paulo, é julgado nesta sexta-feira (6), no Plenário do Ministério Público da cidade.

O caso aconteceu em outubro de 2022, por volta das 23h, em frente ao restaurante Katsuya, localizado na avenida Marechal Mallet. A cena foi flagrada por uma câmera de monitoramento do estabelecimento (veja acima).

O vídeo mostra um homem se aproximando de outro, que está na calçada, aguardando transporte. Ele atira na vítima, que morre no local. Assustados, três clientes que estavam no restaurante tentaram sair no local, mas o criminoso aponta a arma para eles, que voltam correndo para o comércio. O atirador entra no restaurante e aponta a arma para outros clientes, sendo que um deles é baleado.



Após cometer o crime, o suspeito tentou fugir, mas foi preso após invadir uma pizzaria e fazer reféns. De acordo com o delegado Alex do Nascimento, que atendeu a ocorrência, “quando ele chegou na pizzaria, ele ainda fez mais três pessoas de refém. A PM precisou de reforço para conseguir prender o indivíduo. Na época, o acusado foi preso em regime fechado, na penitenciária de Tupi Paulista.

Nesta sexta-feira, cinco testemunhas devem ser ouvidas durante o júri popular. O reú vai responder pelos crimes de homicídio duplamente qualificado por recurso que dificultou a defesa e por cárcere privado.

De acordo com o delegado Alex do Nascimento, Maurício foi condenado há 14 anos de prisão antes do crime em Praia Grande. “Ele foi condenado por um caso de homicídio. Ele estava sendo procurado, após ter saído da cadeia em “saidinha” e não voltou para o presídio”, disse o delegado.

Homem atira contra duas pessoas a queima roupa em restaurante e tenta fugir em Praia Grande, SP; VÍDEO — Foto: Reprodução g1

A primeira vítima tinha 25 anos, usava uma camisa preta e calça clara. Ele era morador de Guarujá e morreu no local. Ele era Thaynã Higor, paratleta tricampeão mundial de jiu-jitsu (veja mais abaixo).

A segunda vítima, um idoso de 67 anos, foi atendida pelo Serviço de Atendimento de Emergência (SAMU) e encaminhada em estado grave para o Hospital Municipal Irmã Dulce e não resistiu aos ferimentos, morrendo na unidade.

Thayná conquistou o bicampeonato mundial em Abu Dhabi em abril de 2018 — Foto: Arquivo Pessoal

Thaynã tinha uma lesão no plexo braquial, que limitava os movimentos e a desenvoltura muscular do braço esquerdo, por conta de um erro médico durante o seu parto. A limitação, porém, foi superada pelo talento e a força de vontade do lutador, que sonhava com o crescimento da modalidade.

O atleta começou a treinar jiu-jitsu em 2010. Mesmo com a oficialização de alguns torneios para pessoas com deficiência, ele não deixou de lutar em torneios convencionais, para pessoas sem deficiência.

Os campeonatos para a categoria dele no Brasil começaram em 2014. Ele foi tricampeão brasileiro e mundial nos campeonatos organizados pela Confederação Brasileira Paradesportiva de Jiu-Jitsu (CBPJJ). Em 2018, ele sagrou-se bicampeão do Abu Dhabi World Festival ParaJiu Jitsu, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes Unidos.

Tricampeão mundial de jiu-jitsu é uma das vítimas fatais de atirador em restaurante no litoral de SP — Foto: Reprodução; Arquivo Pessoal

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

numero-de-mortos-por-enchente-de-lago-na-terceira-montanha-mais-alta-do-mundo,-na-india,-chega-a-40

G1 Mundo

Número de mortos por enchente de lago na terceira montanha mais alta do mundo, na Índia, chega a 40

Foram encontrados 19 corpos no estado de Sikkim e 21 corpos no estado de Bengala Ocidental. O lago que transbordou é o Lhonak, localizado na base de uma geleira perto da terceira montanha mais alta do mundo. O lago perdeu quase dois terços de seu tamanho, devido ao transbordamento, uma área equivalente a 150 campos de futebol, segundo imagens de satélite divulgadas pela Organização Indiana de Pesquisa Espacial. Entre 2011 […]

today6 de outubro de 2023 14

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%