G1 Mundo

Honduras anuncia construção de ‘megaprisão’ para 20 mil detentos e projeto para tratar gangues como terroristas

today15 de junho de 2024 7

Fundo
share close

Governo lançou operação para prender chefes de organizações criminosas e destruir áreas de produção de drogas. Presidente defende reforma no Código Penal.


A presidente de Honduras, Xiomara Castro, em agosto de 2023 — Foto: REUTERS/Fredy Rodriguez



Honduras anunciou na sexta-feira (14) que vai construir uma “megaprisão” com capacidade para 20 mil detentos. Além disso, o governo disse que o Congresso deve aprovar uma reforma no Código Penal para que membros de gangues sejam tratados como terroristas.

Em um pronunciamento na televisão, a presidente Xiomara Castro disse que vai tomar uma série de medidas para combater o crime organizado. Ela afirmou ainda que vai acionar as forças de segurança para atuar nas áreas mais críticas do país.

A estratégia do governo hondurenho é construir um grande presídio em uma área pouco habitada para aumentar a capacidade prisional do país. Atualmente, Honduras tem cerca de 20 mil detentos espalhados em 25 penitenciárias superlotadas, de acordo com as autoridades.

Já em relação à reforma do Código Penal, o governo espera que o Congresso aprove um texto que permita julgamentos coletivos. Os alvos serão membros de gangues que forem designados como terroristas.

Além disso, a Polícia Nacional lançou uma operação para prender autores intelectuais, líderes e membros de gangues por todo o país. As forças de segurança também irão identificar e destruir áreas de produção de drogas, como plantações de maconha.

No fim de 2022, Honduras decretou estado de emergência para tentar reprimir o aumento da criminalidade provocado pelas gangues. A crise na segurança pública é marcada por assassinatos, tráfico de drogas, sequestros e extorsões.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cupula-do-g7:-em-vitoria-de-giorgia-meloni,-rascunho-de-documento-final-nao-tem-mencao-ao-direito-ao-aborto

G1 Mundo

Cúpula do G7: em vitória de Giorgia Meloni, rascunho de documento final não tem menção ao direito ao aborto

Os líderes dos países do G7 estão reunidos para seu encontro anual na Itália, e uma controvérsia sobre a inclusão de uma frase sobre o direito ao aborto legal e seguro no documento final do encontro dos líderes dos países causou uma racha entre a primeira-ministra italiana, Giorgia Meloni, e os representantes dos Estados Unidos, Canadá, Alemanha e França. Segundo o rascunho visto pela Reuters, a declaração do G7 manteve […]

today15 de junho de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%