G1 Mundo

Imagens de satélite mostram destruição em Gaza após ataques aéreos de Israel; veja o antes e depois

today11 de outubro de 2023 18

Fundo
share close

Partindo da Faixa de Gaza, o Hamas atacou cidades, comunidades rurais e uma festa rave em território israelense. Israel declarou guerra já no sábado. Ainda em 7 de outubro, Israel lançou bombas em direção à Faixa de Gaza. Os ataques se intensificaram no decorrer dos dias.

Nas imagens, é possível ver quarteirões completamente danificados após ataques aéreos que atingiram prédios. Na imagem abaixo, é possível ver como era e como ficou a região após o ataque:

Imagem de satélite da costa da Faixa de Gaza — Foto: Google Earth e Maxar Technologies via Reuters



Segundo o governo israelense, cerca de 150 pessoas foram feitas de reféns durante a invasão do Hamas neste sábado (7). Entre as pessoas sequestradas e levadas para Gaza estão idosos, crianças e mulheres, inclusive a DJ Shani Louk que participava do festival de música Universo Paralello.

Karla Stelzer Mendes, uma brasileira que estava no festival de música eletrônica Universo Paralello, está entre as pessoas desaparecidas, no entanto não há confirmação de que ela esteja mantida refém pelo Hamas.

O Ministério da Defesa de Israel , no entanto, disse nesta quarta-feira (11) que há brasileiros entre as pessoas feitas de reféns pelo Hamas em Gaza.

O ministro das Relações Exteriores do Brasil, Mauro Vieira, conversou por telefone com o chanceler do Egito, Sameh Shoukry, em busca de apoio do país na retirada dos brasileiros que estão na Faixa de Gaza

Desses 30 brasileiros, há um total 16 crianças que fazem parte de 7 famílias.

Israel declarou guerra depois que combatentes do Hamas atacaram

Entenda a guerra entre o Hamas e Israel

▶️ Como começou o conflito entre o Hamas e Israel? A mais recente disputa na região começou em 7 de outubro, quando o Hamas realizou um ataque-surpresa contra Israel. Essa foi a mais violenta ação contra o território israelense dos últimos 50 anos. Os serviços de inteligência do país não conseguiram antecipar que uma ofensiva dessa magnitude estava sendo preparada.

▶️ O que é o Hamas? O grupo terrorista é uma das maiores organizações islâmicas dos territórios palestinos e, desde 2007, controla a Faixa de Gaza. O Hamas é considerado um grupo terrorista por países como os Estados Unidos e o Reino Unido. Veja o vídeo abaixo para saber mais sobre o grupo.

▶️ Como foi o ataque? As ações se concentraram perto da fronteira da Faixa Gaza, de onde Hamas lançou lançados 5 mil foguetes. Por terra, ar e mar, com motos e parapentes, homens armados invadiram o território israelense pelo sul do país. Houve relatos de que os invasores atiraram em pessoas que estavam nas ruas e sequestraram dezenas de israelenses (incluindo mulheres e crianças), levados como reféns para Gaza.

▶️ Como foi a resposta de Israel? Diante da ofensiva do Hamas, o governo israelense iniciou uma retaliação. “Estamos em guerra e vamos ganhar”, disse o primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, logo após o ataque. “O nosso inimigo pagará um preço que nunca conheceu.” Ainda em 7 de outubro, Israel lançou bombas em direção à Faixa de Gaza.

▶️ O que é e onde fica Faixa de Gaza? É território palestino localizado em um estreito pedaço de terra na costa oeste de Israel, na fronteira com o Egito. Marcado por pobreza e superpopulação, tem 2 milhões de habitantes morando em um território de 360 km² — um pouco menor que Santa Catarina. Tomada por Israel na Guerra dos Seis Dias, em 1967, e entregue aos palestinos em 2005, Gaza vive um bloqueio de bens e serviços imposto por seus vizinhos de fronteira.

▶️ Qual é o histórico do conflito na região? A disputa entre Israel e Palestina se estende há décadas e já resultou em inúmeros enfrentamentos armados e mortes. Em sua forma moderna, remonta a 1947, quando a Organização das Nações Unidas (ONU) propôs a criação de dois Estados, um judeu e um árabe, na Palestina, sob mandato britânico.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

kibutz:-o-que-sao-as-comunidades-israelenses-atacadas-pelo-hamas

G1 Mundo

Kibutz: o que são as comunidades israelenses atacadas pelo Hamas

Do hebraico "reunião" ou "grupo coletivo", kibutz é uma comunidade israelense agrícola originalmente coletiva. As primeiras kibutzim (plural de kibutz) datam de 1910, antes da criação do Estado de Israel em 1948. Ainda que as kibutzim que persistam hoje não sejam da forma mais tradicional, com muitas tendo sido privatizadas, há algumas comunidades que levam esse nome em Israel. Desde o início da semana, segundo relatos, kibutzim estão sendo invadidas […]

today11 de outubro de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%