G1 Mundo

Incêndio florestal no Havaí é o mais mortal dos EUA em mais de um século

today13 de agosto de 2023 19

Fundo
share close

O número de mortos nos incêndios florestais de Maui no Havaí chegou a 93 neste domingo (13), de acordo com o portal do condado de Maui, tornando-o o incêndio florestal mais mortal dos Estados Unidos em mais de um século.

O total de vítimas fatais, no entanto, não é definitivo e deve aumentar à medida que cães farejadores vasculham as ruínas de Lahaina. Os animais treinados só cobriram 3% da área de busca, disse o chefe de polícia do condado de Maui, John Pelletier.

Centenas de pessoas ainda estão desaparecidas, embora uma contagem precisa não esteja clara.



O número de mortos no Havaí ultrapassou o registrado em um incêndio em 2018 na cidade de Paradise, Califórnia: 85. É também o maior número de vítimas fatais em um incêndio florestal desde 1918, quando o incêndio de Cloquet em Minnesota e Wisconsin matou 453 vidas.

Foto mostra cenário devastado e carbonizado de uma rua na ilha de Maui, no Havaí, em 10 de agosto de 2023 — Foto: Departamento de Terras e Recursos Naturais do Havaí/Reprodução via REUTERS

As chamas mataram e destruíram prédios, casas e veículo na cidade turística, em uma escalada jamais vista no país.

O custo para reconstruir Lahaina foi estimado em US$ 5,5 bilhões, de acordo com a Agência Federal de Gerenciamento de Emergências (FEMA): foram mais de 2.200 estruturas danificadas ou destruídas e mais de 2.100 acres (850 hectares) queimados.

O governador do Havaí, Josh Green, alertou em uma entrevista na tarde de sábado (12) que o número de mortos continuaria a aumentar.

Autoridades prometeram reexaminar os sistemas de notificação de emergência depois que moradores questionaram se mais poderia ter sido feito para avisá-los antes de o incêndio atingir suas casas. Alguns foram forçados a entrar no Oceano Pacífico para escapar das chamas.

As sirenes ao redor da ilha – destinadas a alertar sobre desastres naturais iminentes – não soaram, e as falhas generalizadas de energia e celular dificultaram outras formas de alertas.

As autoridades garantiram 1.000 quartos de hotel para pessoas que perderam suas casas e estão providenciando imóveis para aluguel para servir como moradia sem nenhum custo para as famílias. Mais de 1.400 pessoas foram acolhidas em abrigos de emergência.

O desastre começou pouco depois da meia-noite de terça-feira (8), quando um incêndio foi relatado na cidade de Kula, a cerca de 55 km de Lahaina.

Membros da Guarda Nacional do Havaí auxiliam funcionários do condado e do estado de Maui nos esforços de busca e recuperação após incêndios florestais devastarem a cidade histórica de Lahaina — Foto: Guarda Nacional dos EUA/sargento mestre Andrew Jackson/Folheto via Reuters




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-a-principal-cerveja-dos-estados-unidos-perdeu-espaco-para-uma-marca-mexicana

G1 Mundo

Como a principal cerveja dos Estados Unidos perdeu espaço para uma marca mexicana

Agora, a mais nova queridinha dos consumidores norte-americanos é a mexicana Modelo Especial, da companhia Constellation Brands. Segundo os executivos da empresa, ultrapassar a Bud Light já era previsto. Isso aconteceu, no entanto, "mais rápido do que o esperado", disse o vice-presidente da companhia, Jim Sabia, conforme o jornal britânico "Financial Times". A Bud Light foi a cerveja mais vendida dos Estados Unidos por mais de duas décadas. Afinal, o […]

today13 de agosto de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%