G1 Mundo

Israel acusa Irã de ‘ameaçar destruir’ o país e promete ‘ação com toda a força’ contra Hezbollah caso bombardeios não parem

today30 de junho de 2024 5

Fundo
share close

O ministro de Relações Exteriores israelense, Israel Katz, disse neste sábado (29) que o Irã “ameaçou destruir” Israel e retrucou na mesma moeda: “um regime que ameaça destruição merece ser destruído”.

Katz afirmou também que Israel vai “agir com toda a força” contra o Hezbollah caso o grupo terrorista não pare com os bombardeios feitos em direção ao território israelense e se retirem do sul do Líbano.

A declaração de Katz é uma resposta aos iranianos, que disseram na sexta (28) considerar “todas as opções, incluindo total participação” em caso de guerra entre Israel e Hezbollah, e representa uma escalada de tensões entre os dois países do Oriente Médio. O Irã disse também que, caso o conflito ecloda, “uma guerra devastadora ocorrerá”.



“O Irã ameaçou hoje destruir Israel se respondermos plenamente aos ataques do Hezbollah a partir do Líbano. Minha resposta ao Irã é clara: se o Hezbollah não cessar seu fogo e se retirar do sul do Líbano, agiremos contra ele com toda a força até que a segurança seja restabelecida e os residentes possam retornar às suas casas. “, disse Israel Katz em publicação no X (antigo Twitter).

Ao final do comunicado, uma mensagem ao Irã: “um regime que ameaça destruição merece ser destruído”, afirmou Katz.

Hezbollah e Israel trocam agressões quase diárias desde o início da guerra entre israelenses e o grupo terrorista Hamas na Faixa de Gaza, em 7 de outubro de 2023. Em solidariedade com os terroristas do Hamas, o grupo ataca quase diariamente alvos no norte de Israel a partir do sul do Líbano. Em contrapartida, Israel realiza ataques em território libanês e já eliminou alguns comandantes do Hezbollah.

Nas últimas semanas, os bombardeios entre as partes começaram a vir acompanhados de ameaças de guerra total, o que preocupa autoridades de todo o mundo. As tensões no Oriente Médio estão aumentando ainda mais desde que Israel decidiu invadir Rafah, no sul de Gaza, em maio, para eliminar o Hamas.

Os Estados Unidos, maiores aliados de Israel, tentam colocar panos quentes na situação e incentivar a via diplomática para resolver a desavença. Hezbollah diz que o grupo pararia de bombardear Israel caso a guerra na Faixa de Gaza terminasse.

No último dia 19, o chefe do Hezbollah disse que “nenhum lugar” de Israel estaria a salvo em caso de guerra e ameaçou o Chipre por permitir que Israel use aeroportos e bases no país como apoio para ataques ao grupo no Líbano. Israel respondeu dizendo que o Hezbollah subestima da capacidade militar israelense.

Diante da iminência do conflito, os Estados Unidos começaram nesta semana a se preparar para evacuar americanos que estão no Líbano, segundo a mídia americana.

Mísseis lançados do Líbano em direção a Israel são interceptados por defesa aérea israelense em 27 de junho de 2024. — Foto: REUTERS/Ayal Margolin




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

desabamento-em-aeroporto-de-nova-delhi-deixa-um-morto-e-provoca-cancelamento-de-voos

G1 Mundo

Desabamento em aeroporto de Nova Délhi deixa um morto e provoca cancelamento de voos

Administração do aeroporto afirmou que há relatos de feridos. Incidente aconteceu nesta sexta-feira (28). Desabamento em aeroporto na Índia deixou feridos, em 28 de junho de 2024 — Foto: AP Chuvas e ventos fortes provocaram o desabamento de parte do telhado do aeroporto de Nova Délhi, na Índia, nesta sexta-feira (28). Segundo as autoridades, uma pessoa morreu. Além disso, o incidente fez com que voos fossem cancelados. O desabamento atingiu […]

today30 de junho de 2024 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%