G1 Mundo

Israelenses iniciam o ‘dia da resistência’ contra medidas autoritárias do premiê Benjamin Netanyahu

today9 de março de 2023 10

Fundo
share close

O movimento está sendo chamado de “dia da resistência”.

Os manifestantes estão bloqueando órgãos e organizações que apoiem as mudanças judiciais propostas pelo atual governo. Além disso, o protesto prevê diminuir ou bloquear a circulação no principal aeroporto de Tel Aviv onde o primeiro-ministro passará a caminho de Roma. A ideia é que ele não inicie o trajeto.

Manifestantes pelo “dia da resistência” em Tel Aviv, Israel, são cercados por policiais em 9 de março de 2023 — Foto: Ronen Zvulun/REUTERS



Itamar Ben Gvir, Ministro da Segurança Nacional e um dos maiores aliados do premiêm disse que a polícia não pode deixar o movimento acontecer.

O alvoroço sobre a revisão legal de Netanyahu mergulhou Israel em uma de suas piores crises domésticas. Além dos protestos, que atraíram dezenas de milhares de israelenses às ruas e recentemente se tornaram violentos, a oposição surgiu em toda a sociedade, com líderes empresariais e autoridades legais se manifestando contra o que dizem ser os efeitos ruinosos do plano. A divisão não poupou os militares de Israel, que estão enfrentando uma oposição sem precedentes de suas próprias fileiras.

“Israel está prestes a se tornar um país autocrático. O atual governo está tentando destruir nossa democracia e, na verdade, destruir o país”, disse Savion Or, um manifestante em Tel Aviv.

Aliados de Benjamin Netanyahu aparecem sentados em bancada do Parlamento israelense — Foto: Amir Cohen/REUTERS

As mudanças defendidas por Netanyahu no sistema judiciário tornarão mais fraco o Supremo Tribunal Federal.

Se essa mudança for aprovada, a mais alta corte do país perderá poder para o Parlamento, que poderá anular as suas decisões por maioria simples de votos e terá controle sobre a nomeação de juízes.

No momento, Netanyahu tem apoio da maioria do Parlamento.

Esses fatores combinados podem dar ao atual premiê muito poder e abrir espaço para um governo totalmente autoritário e sem a base principal de uma democracia, a igualdade dos três poderes.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

geologos-morrem-apos-ficarem-presos-em-mina-na-espanha

G1 Mundo

Geólogos morrem após ficarem presos em mina na Espanha

Uma parte subterrânea desabou, deixando os trabalhadores presos a 900 metros de profundidade, segundo a polícia local. Segundo os bombeiros da região, os geólogos faziam a revisão de uma maquinária instalada na mina quando rochas se desprenderam, atingindo o grupo. A mina de potássio está localizada no município de Súria, a cerca de 80 quilômetros de Barcelona, e, há dois anos, havia passado por uma obra que construiu um túnel […]

today9 de março de 2023 19

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%