G1 Mundo

Itália encontra mais cinco corpos de naufrágio, e número de mortos sobe para 86

today15 de março de 2023 6

Fundo
share close

A tragédia gerou acusações contra o governo de extrema direita da Itália por supostamente deixar de socorrer migrantes em águas italianas.

Os cinco corpos encontrados nesta quarta são de um menino de sete ou oito anos, uma menina de três anos, dois homens e uma mulher, segundo a polícia.

Eles estavam no barco de madeira que partiu de Izmir, na Turquia, e naufragou da costa da Calábria, no sul da Itália, com cerca de 180 pessoas a bordo, de acordo com o ministro do Interior, Matteo Piantedosi.



A embarcação, segundo a principal suspeita, se chocou durante a noite contra um recife perto da cidade litorânea de Steccato di Cutro, na costa da Calábria, e quebrado. Havia apenas alguns coletes salva-vidas espalhados entre os escombros.

O ministro disse que 80 pessoas sobreviveram, o que significa que cerca de 15 permanecem desaparecidas. Mais de duas semanas após a tragédia, a guarda costeira da Itália, bombeiros e polícia de fronteira ainda estão procurando por eles.

Uma vista aérea da praia de Steccato di Cutro no sul da Itália após o naufrágio de um navio com imigrantes — Foto: Luigi Navarra/AP

Barcos da polícia tentaram interceptar o barco antes que ele afundasse, mas não conseguiram alcançá-lo devido ao mau tempo. Mas Organizações Não-Governamentais e políticos da oposição questionaram o governo por que os navios da guarda costeira, mais bem equipados para enfrentar o alto-mar, não foram mobilizados em seu lugar.

A primeira-ministra da Itália, Giorgia Meloni, alegou que “o governo, eu mesma, fui acusada de coisas atrozes, mas minha consciência está limpa”.

Meloni enfrentará uma rodada de perguntas de parlamentares sobre os naufrágios ainda nesta quarta-feira.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

britanica-e-condenada-a-8-anos-de-prisao-por-falsas-acusacoes-de-estupro

G1 Mundo

Britânica é condenada a 8 anos de prisão por falsas acusações de estupro

Em julgamento finalizado nesta terça-feira (14), foi concluído que Eleanor Williams, 22 anos, causou em si mesma ferimentos usando um martelo e postou as imagens nas redes sociais alegando ter sido vítima de agressões. Williams foi considerada culpada por adulterar os trâmites da justiça. Ela já havia sido declarada culpada em janeiro, mas, no mês passado, anunciou que iria apelar contra uma testemunha. Durantes as audiências, foi relatado que três […]

today15 de março de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%