Pleno News

João Daniel, deputado petista pró-Hamas

today27 de junho de 2024 23

Fundo
share close

Lawrence Maximus – 27/06/2024 16h16

Deputado João Daniel ao lado de líder do Hamas (os dois homens do centro) Foto: Reprodução / Instagram / João Daniel

O Brasil de Lula apoia todos os regimes ditatoriais e tirânicos. O Brasil de Lula é a favor do Irã, descrito como Estado terrorista por todas as democracias, e do Hamas, que impõe o assassinato em massa de judeus como dever de seus militantes – como descrito – no estatuto de criação.

Para consolidar essas aberrações, temos o advogado do diabo, deputado federal e pró-Hamas, João Daniel (PT), defendendo o palestino Muslim M. A. Abuumar Rajaa, de 37 anos, barrado em 21 de junho pela Polícia Federal no Aeroporto Internacional de Guarulhos (SP) por suspeita de integrar o Hamas, aparece com o nome “Muslim Imran” em uma lista de seis porta-vozes do grupo terrorista;

Embora o sobrenome Imran não tenha aparecido em matérias da imprensa brasileira sobre o caso, a Federação Árabe Palestina no Brasil (FEPAL) deixou escapar a identidade de “Muslim Imran Abu Umar” ao atacar como “ilegal”, em nota de 24 de junho, a decisão da Justiça Federal de repatriá-lo.

Muslim Imran Abu Umar, apontado como presidente da organização Cultura Palestina na Malásia (PCOM), um braço executivo do Hamas na Malásia. De acordo com autoridades israelenses ouvidas pelo O Antagonista, operadores menos conhecidos do Hamas utilizam sobrenomes diferentes conforme a conveniência, para evitar sua identificação em páginas da internet.



A suspeita é que Muslim Imran tenha feito a viagem para que a mulher tivesse o filho no Brasil e assim garantisse a permanência dos familiares no país. Esse seria um modus operandi de membros de grupo terrorista, segundo a PF.

O porta-voz das Forças de Defesa de Israel nascido no Brasil, Rafael Rozenszajn, divulgou um vídeo nesta terça-feira (25), confirmando a conexão entre Muslim Imran e o Hamas, bem como o risco da infiltração do terror em outros países:

– Nós falamos desde o primeiro dia dessa guerra: os grupos terroristas não são uma ameaça somente a Israel, mas ao mundo todo. Não podemos deixar que essa ameaça entre no Brasil. Hamas é um grupo terrorista e sua capacidade militar precisa ser desmantelada. Esse é o nosso objetivo nessa guerra.

Se o Brasil realmente respeitasse as leis internacionais do combate ao terrorismo e cumprisse a Constituição Federal – inciso XLIII do art. 5º -, disciplinando o terrorismo, tratando de disposições investigatórias e processuais e reformulando o conceito de organização terrorista (Lei 13.260/2016), militantes travestidos de partidos políticos, como o PCO e indivíduos como o deputado João Daniel (PT-SE), deveriam ser investigados e denunciados por associação ao grupo terrorista Hamas.

Sobretudo, João Daniel é o deputado que se reuniu, em maio deste ano, com Basem Naim, porta-voz e membro da alta cúpula política do Hamas; com José Marcos “Sayid” Tenório, o extremista que debochou de uma refém do grupo terrorista. O encontro também foi registrado nas redes sociais.


Em suma, são esses adoradores de regimes sanguinários e opressores que descrevem a si próprios como democratas e progressistas. Hipócritas!

*Siga-me nas redes sociais.

Lawrence Maximus é cientista político, analista internacional de Israel e Oriente Médio, professor e escritor. Mestre em Ciência Política: Cooperação Internacional (ESP), Pós-Graduado em Ciência Política: Cidadania e Governação, Pós-Graduado em Antropologia da Religião e Teólogo. Formado no Programa de Complementação Acadêmica Mastership da StandWithUs Brasil: história, sociedade, cultura e geopolítica do Oriente Médio, com ênfase no conflito israelo-palestino e nas dinâmicas geopolíticas de Israel.

* Este texto reflete a opinião do autor e não, necessariamente, a do Pleno.News.

Leia também1 Deputado do PT defende palestino com ligações com o Hamas

2 Retido em SP, palestino suspeito de integrar Hamas é repatriado

3 Lula diz que Benjamin Netanyahu quer “aniquilar palestinos”

4 Hamas: “Ninguém sabe quantos reféns ainda estão vivos” em Gaza

Siga-nos nas nossas redes!

O autor da mensagem, e não o Pleno.News, é o responsável pelo comentário.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Pleno News.

Por: Lawrence Maximus

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mercosul-e-paises-associados-condenam-tentativa-de-golpe-na-bolivia-e-prestam-solidariedade-a-arce

G1 Mundo

Mercosul e países associados condenam tentativa de golpe na Bolívia e prestam solidariedade a Arce

Nesta quarta-feira (26), militares liderados pelo general Juan José Zúñiga tentaram invadir a sede do governo em La Paz. Tanques do Exército e militares armados chegaram a invadir o Palácio Quemado, a antiga sede do governo que ainda funciona para atos protocolares. "Os Estados Partes do Mercosul e Associados manifestam sua profunda preocupação e enérgica condenação às mobilizações de algumas unidades do exército boliviano, que visam a desestabilizar o governo […]

today27 de junho de 2024 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%