G1 Mundo

Joe Biden diz que não vai conceder perdão a filho condenado criminalmente e que apoia a decisão do júri

today13 de junho de 2024 11

Fundo
share close

Hunter Biden foi condenado por mentir em 2018 ao comprar uma arma de fogo, quando assinou um documento garantindo que não consumia drogas proibidas.


Joe Biden com o filho Hunter, em junho de 2024 — Foto: Manuel Balce Ceneta/AP



“Vou acatar a decisão do júri”, disse Biden. “Não vou perdoá-lo.”

Biden acrescentou: “Estou extremamente orgulhoso de meu filho Hunter, ele superou um vício. Ele é um dos homens mais inteligentes e decentes que conheço”.

No entanto, na quarta-feira (12), a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre , afirmou que o governo dos EUA não descarta uma troca de pena para Hunter, mas que isso ainda é uma conversa teórica, porque a Justiça ainda não deu a sentença do caso.

Hunter Biden é condenado por ter mentido ao comprar revólver

Hunter Biden é condenado por ter mentido ao comprar revólver

Condenação de Hunter Biden

Hunter, o único filho vivo do presidente americano, foi condenado na terça-feira (11) por mentir em 2018 ao comprar uma arma de fogo, quando assinou um documento garantindo que não consumia drogas proibidas.

A acusação afirmou que Hunter, de 54 anos, “sabia que era consumidor de crack ou [que era] dependente”. Sem prestar depoimento, ele se declarou inocente. Seu advogado assegurou aos jurados que seu cliente “já não consumia drogas” no momento da compra da arma.

Em seu livro autobiográfico “Beautiful Things” (“Coisas Bonitas”, em tradução livre), de 2021, Hunter Biden relata suas bebedeiras com vodca e perambulações noturnas pelos subúrbios em busca de drogas, tentativas fracassadas de desintoxicação ou “affairs” efêmeros com a viúva de seu irmão.

Sobre seu pai, escreveu: “Jamais me abandonou, nunca me ignorou, nem me julgou”. “Por momentos, sua perseverança até me impressionava”.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

eua-mandam-submarino-de-ataque-rapido-para-guantanamo-apos-navios-russos-chegarem-a-cuba-para-exercicios-militares

G1 Mundo

EUA mandam submarino de ataque rápido para Guantánamo após navios russos chegarem a Cuba para exercícios militares

Segundo o Comando Sul do exército americano, o submarino designado é chamado USS Helena, tem propulsão nuclear e já está nas águas da base militar que os EUA operam na Baía de Guantánamo desde 1903. O local também tem uma prisão americana onde terroristas estão presos. A parada em Guantánamo faz parte de uma "visita de porto rotineira" enquanto o submarino viaja pela região do Comando Sul, afirmou o órgão […]

today13 de junho de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%