G1 Mundo

John Kerry, encarregado por temas de meio ambiente nos EUA, diz que país não vai pagar indenizações climáticas ‘sob nenhuma circunstância’

today13 de julho de 2023 6

share close

EUA e outros países desenvolvidos não querem assumir a responsabilidade por emissões históricas ou indenização para países prejudicados por desastres.




John Kerry, assessor especial para o clima dos EUA, chega a Brasília

John Kerry, assessor especial para o clima dos EUA, chega a Brasília

Os Estados Unidos não pagarão indenizações aos países em desenvolvimento atingidos por desastres provocados pelo clima, disse John Kerry, enviado especial norte-americano para Mudanças Climáticas, em audiência no Congresso norte-americano nesta quinta-feira (13).

Kerry, um ex-secretário de Estado dos EUA, foi questionado durante uma audiência diante de um subcomitê de supervisão de assuntos externos da Câmara dos Deputados se os EUA contribuiriam para um fundo que compensaria países afetados por inundações, tempestades e outros desastres climáticos.

“Não, sob nenhuma circunstância”, disse Kerry em resposta a uma pergunta do parlamentar norte-americano Brian Mast, presidente republicano do subcomitê.

Kerry testemunhava em uma audiência sobre a agenda climática do Departamento de Estado poucos dias antes de viajar a Pequim para novas negociações bilaterais com a China sobre mudanças climáticas.

Os EUA têm apoiado a criação de um mecanismo de financiamento para lidar com as “perdas e danos” incorridos por países vulneráveis como resultado de desastres graves ou recorrentes, que foi garantido na conferência climática COP27, no Egito, em novembro passado. O acordo não especificou, contudo, quem pagaria ao fundo ou como o dinheiro seria desembolsado.

No entanto, os EUA e outros países desenvolvidos pressionaram pela inclusão de uma nota de rodapé para excluir a ideia de responsabilidade por emissores históricos ou indenização para países prejudicados por desastres.

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

G1 Mundo

Arqueólogos descobrem corredor de 3 mil anos que ‘parou no tempo’ no Peru

A "passagem do condor", como foi apelidada, é parte de um templo da antiga cultura chavín e estava selada quando foi descoberta. Entrada no templo chavín onde a galeria foi encontrada. — Foto: Antamina/Reuters No Peru, arqueólogos descobriram um corredor de 3 mil anos que "parou no tempo", segundo um comunicado divulgado pela equipe na terça-feira (11). A "passagem do condor", como foi apelidada, é parte de um templo da antiga cultura chavín e estava selada quando foi descoberta. Localizado […]

today13 de julho de 2023 6

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%