Tocando:

Rádio 97Web

Jovem equilibrista viraliza na web ao ser gravado fazendo apresentação em semáforo no litoral de SP

Escrito por em 11 de junho de 2021

Em cima de uma corda, Alisson Colen Rodrigues, de 25 anos, atrai olhares em ruas e avenidas de Santos, no litoral paulista, ao fazer malabarismo e andar entre um poste e outro enquanto o semáforo está fechado. Morador recente na Baixada Santista, o jovem ficou surpreso ao saber que um vídeo dele se apresentando foi publicado nas redes sociais e já estava com 99 mil compartilhamentos.

Em entrevista ao G1 nesta sexta-feira (11), Alisson contou que há uma semana e alguns dias se mudou da capital paulista com a esposa para a cidade de Praia Grande. No dia a dia, o jovem tem de 60 a 90 segundos para se apresentar e garantir a renda do mês para comer, pagar contas, aluguel e outras necessidades.

Alisson vive como equilibrista e malabarista há três anos e meio. Para aprender a fazer o que apresenta atualmente, precisou praticar por um ano e meio. “Eu conheci o slackline por meio de uma amiga. A gente treinou umas cinco horas, eu consegui fazer umas coisas, e quando cheguei em casa, tinha uma corda e dois pés de goiaba no fundo de casa, e foi lá que eu treinei”, explica.

Até a arte virar profissão, o jovem atendia a pedidos de amigos, que gostavam de o assistir andando na corda. Após um tempo se apresentando, ele viu no hobby uma oportunidade de ganhar dinheiro. “Eu comecei treinando como hobby mesmo, e muitas pessoas diziam que queriam ver eu fazendo. Comecei a mostrar para uns amigos e pensei: ‘ah, quer saber? Isso deve dar algo de lucrativo’”, relata.

Vídeo de Alisson se apresentando no semáforo teve mais de 99 mil compartilhamentos — Foto: Reprodução/Facebook

Como equilibrista e malabarista, Alisson trabalhou em semáforos da capital paulista até se mudar para a Baixada Santista. Nos dias de trabalho, passa de cinco a seis horas se apresentando em ruas e avenidas de Santos. “O semáforo é bem cansativo, eu não me sinto inseguro, é mais o cansaço mesmo, de ficar de cinco a seis horas fazendo a mesma coisa, andando na corda. A semana de pagar aluguel é a mais cansativa”, salienta.

A cada pausa no trânsito, o artista arranca reações diversas de quem o assiste. “Acontece bastante de pessoas fecharem o vidro na minha cara. São várias reações, as mais comuns são as pessoas ficarem travadas no carro, olhando. Outras vezes, a gente é recebido com um sorriso, aí a gente gosta”, destaca. O artista explica que as apresentações são feitas em uma corda de número oito, e quanto mais fina, mais as pessoas ficam surpresas.

Segundo Alisson, quando criança, ele já sonhava em ser artista. Atualmente, a maior realização seria estar em um grande circo, ou montar o próprio. “Eu sonho em poder estar em um circo grande. Tem projetos que quero fazer, também, como colocar a arte em comunidades, levar a alegria para o pessoal, para eles terem outra visão de vida”, diz.

A esposa de Alisson também faz malabarismo e se apresenta em semáforos de Praia Grande. O rapaz comenta que os dois pretendem trabalhar juntos para fazer apresentações nas ruas. “No momento, não está dando, se ficarmos separados, podemos ganhar mais do que juntos”.

Alisson trabalha como equilibrista e malabarista profissional há três anos e meio — Foto: Arquivo Pessoal/Alisson Colen

Um vídeo de Alisson se apresentando em um semáforo de Santos foi publicado no dia 31 de maio. O jovem relata que, a princípio, não havia reparado que era ele quem aparecia nas imagens. “Foi bem engraçado isso, porque eu estava no Facebook olhando uma página de malabares que acompanho. Eu estava vendo um vídeo, e daqui a pouco aparece um rapaz com uma corda. Quando fui ver, era eu, e já tinha 200 mil curtidas”, relembra.

Após viralizar nas redes sociais, Alisson diz que algumas pessoas o reconhecem na rua. “Está bem bacana, bem legal, o pessoal valoriza, estão comentando bastante, falam que me viram na internet”, finaliza.

Internautas parabenizaram o jovem pelo trabalho — Foto: Reprodução/Facebook




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *