G1 Mundo

Juan José Zuniga: quem é o general apontado como responsável por tentativa de golpe de estado

today26 de junho de 2024 10

Fundo
share close

Zuñiga era o comandante geral do exército do país, mas foi destituído do cargo após ameaça a possível nova candidatura de Evo Morales à Presidência.




Presidente da Bolívia discute com comandante do Exército acusado de tentar golpe

Presidente da Bolívia discute com comandante do Exército acusado de tentar golpe

Apontado como responsável pela tentativa de golpe de estado iniciada nesta quarta-feira (26) na Bolívia, o general Juan José Zuñiga era o comandante-geral do exército do país, mas foi destituído do cargo ao afirmar que prenderia Evo Morales caso o ex-presidente, que vai concorrer às eleições no país em 2025, volte a se eleger.

“Sou um soldado de honra que está disposto a oferecer sua vida pela defesa e unidade da Pátria. Nossa Pátria, mais uma vez, está sob a ameaça de inimigos internos e externos que buscam a divisão, a desestabilização e o ódio entre os bolivianos, para tomar sobre os recursos naturais em benefício de interesses mesquinhos e grupos de poder que respondem ao caudilhismo”, afirmou, um dia antes da tentativa de golpe.

General Juan José Zuñiga — Foto: Agência Boliviana de Informação

Horas depois da resposta de Morales, Zuñiga liderou os tanques e militares que invadiram o palácio presidencial contra o governo de Luis Arce, eleito em 2020, e afirmou que o movimento era uma “tentativa de restaurar a democracia” na Bolívia e de libertar prisioneiros políticos.

O general estava no cargo máximo do Exército desde 2022. Na época, ele já tinha relação ruim com o movimento político de Evo Morales, que tinha apontado o general como integrante de um grupo de militares especialistas em escutas telefônicas e monitoramento pessoal.

Zuñiga também já foi acusado de envolvimento em escândalos de corrupção, segundo o jornal boliviano El Deber. Por conta do caso, o general foi sancionado com sete dias de prisão.

Veja onde ocorreu invasão de militares a palácio presidencial na Bolívia — Foto: Arte g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tentativa-de-golpe-na-bolivia:-comentaristas-da-globonews-analisam

G1 Mundo

Tentativa de golpe na Bolívia: comentaristas da Globonews analisam

Comentaristas da GloboNews analisaram o episódio e o contextualizaram com o histórico de golpes de Estado na Bolívia. Veja abaixo as análises. Ariel Palácios diz que movimento militar é inédito na história da Bolívia O comentarista da GloboNews Ariel Palacios disse que este tipo de tentativa de golpe é inédito na Bolívia, ao menos no século 21. "Um golpe militar no estilo clássico – com os militares tomando a praça […]

today26 de junho de 2024 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%