Gospel Prime

Juiz nega pedido de pais para tirar crianças de aulas LGBT

today31 de agosto de 2023 5

Fundo
share close

Um tribunal nos EUA rejeitou um pedido de pais do Condado de Montgomery, Maryland, que buscavam a opção de retirar seus filhos de aulas que discutem questões LGBTQ+. O pedido foi feito em resposta a um novo currículo inclusivo de língua inglesa para alunos do pré-escolar ao 5º ano. O currículo causou polêmica e críticas de pais e diretores escolares.

No outono passado, o anúncio do MCPS sobre um novo currículo inclusivo de inglês/linguagem para alunos do pré-escolar ao 5º ano causou uma grande polêmica pública, recebendo críticas de diretores escolares e pais.  Em 24 de maio, três famílias muçulmanas e cristãs processaram o distrito, alegando que ensinar o novo material sem dar aos pais a chance de isentar seus filhos infringia sua liberdade religiosa. 

“Os autores não mostraram que o uso dos livros didáticos pelo MCPS ultrapassa a linha da influência permitida para uma possível doutrinação proibida”, diz o documento de opinião e ordem do juiz. 

Embora o distrito permita a exclusão de unidades específicas das aulas de Vida Familiar e Sexualidade Humana, essa opção não se aplica aos livros do currículo de Inglês/Linguagem. O tribunal rejeitou o pedido preliminar, afirmando que os pais não mostraram que o uso dos livros cruza a linha entre influência permitida e possível doutrinação.

Segundo Christian Today, o caso ainda será ouvido pelo juiz. O grupo legal Becket Fund for Religious Liberty, que representa os pais, disse que apelará da decisão. O MCPS reafirmou seu compromisso com um ambiente de aprendizado inclusivo. A decisão de quinta-feira é uma medida cautelar preliminar em resposta ao pedido dos pais. O juiz ainda precisa ouvir o caso completo antes de tomar uma decisão final. 



Após o anúncio do currículo no ano passado, diretores escolares expressaram preocupações sobre a adequação dos livros, enquanto algumas famílias solicitaram a opção de retirar seus filhos. Um grupo chamado Family Rights for Religious Freedom foi criado para defender essa opção. Embora grupos conservadores tenham apoiado os protestos, o grupo afirmou ser apolítico.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

contribuintes-de-guaruja,-sp,-podem-pedir-isencao-do-iptu-para-2024

G1 Santos

Contribuintes de Guarujá, SP, podem pedir isenção do IPTU para 2024

A Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, recebe pedidos de isenção do Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) para 2024 até esta quinta-feira (31). O benefício será concedido para aposentados, pensionistas, pessoas com deficiência (física ou intelectual), ex-combatentes, pessoas com mais de 65 anos, além de clubes e entidades de assistência social. Já os moradores que residem em área onde são montadas as feiras livres, será concedido desconto […]

today31 de agosto de 2023 4

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%