G1 Mundo

Juíza rejeita pedido da defesa e mantém prisão preventiva de Daniel Alves

today9 de maio de 2023 5

Fundo
share close

A juíza à frente do caso do lateral brasileiro Daniel Alves, preso desde janeiro na Espanha acusado de ter estuprado uma mulher em uma boate em Barcelona, rejeitou nesta terça-feira (9) o segundo pedido da defesa do jogador para libertá-lo e decidiu que o jogador vai permanecer em prisão preventiva.

Os advogados de Daniel pediram a soltura do jogador em 20 de abril, poucos dias depois de ele prestar um depoimento no qual ele admitiu que teve relações sexuais com a mulher que o acusa, mas disse que foi uma relação consentida.

Então, a defesa, cujo primeiro pedido de liberdade até o julgamento já tinha sido negado, apresentou vídeos que comprovariam sua versão dos fatos.



Os advogados consideraram que o “risco de fuga é impensável” e propuseram a possibilidade de ser estipulada uma fiança e a retirada de seus passaportes (ele tem dois um espanhol e outro brasileiro).

A juíza, no entanto, rejeitou o pedido de liberdade e medidas cautelares.

Conheça todas as versões dadas por Daniel Alves para a acusação de estupro

Conheça todas as versões dadas por Daniel Alves para a acusação de estupro

Daniel está preso preventivamente e sem direito a fiança desde o dia 20 de janeiro, após ser denunciado por uma jovem que o acusa de tê-la estuprado no banheiro de uma boate de Barcelona no final de dezembro.

Jogador com mais títulos da história (43), Daniel Alves se tornou o brasileiro mais velho a ser titular em uma Copa do Mundo na edição do Catar.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

franca-proibe-manifestacoes-de-grupos-da-extrema-direita

G1 Mundo

França proíbe manifestações de grupos da extrema direita

No sábado (6) houve uma manifestação neonazista em Paris que havia sido autorizada pelas autoridades locais. Darmanin, o ministro do Interior, afirmou que instruiu os prefeitos a proibirem "qualquer ativista da extrema direita" ou associação que pedir autorização para se manifestar. A estratégia é fazer com que os manifestantes busquem a Justiça: "Vamos deixar que os tribunais julguem se a jurisprudência permite que essas manifestações ocorram", disse ele, durante uma […]

today9 de maio de 2023 12

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%