G1 Mundo

Justiça francesa absolve Airbus e Air France por acidente do voo Rio-Paris em 2009

today17 de abril de 2023 8

Fundo
share close

O acidente do voo AF447 Rio-Paris, ocorreu em 2009 e matou 228 pessoas.


A justiça francesa absolveu nesta segunda-feira (17) a fabricante europeia Airbus e a companhia Air France pelo acidente do voo AF447 Rio-Paris em 2009, que matou 228 pessoas, pelo qual as empresas foram julgadas por homicídios dolosos.



Quase 14 anos depois da tragédia, o tribunal de Paris absolveu as duas empresas por considerar que, embora tenham cometido “falhas”, não foi possível demonstrar “nenhuma relação de causalidade” segura com o acidente.

*Esta matéria está em atualização

Deseja receber as notícias mais importantes em tempo real? Ative as notificações do G1!

Você deseja continuar recebendo este tipo de sugestões de matérias?




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guerra-aberta-entre-generais-provoca-mais-de-100-mortes-no-sudao

G1 Mundo

Guerra aberta entre generais provoca mais de 100 mortes no Sudão

A violência no país africano explodiu no sábado(15), após semanas de tensões entre os dois generais que protagonizaram o golpe de Estado de outubro de 2021, que acabou com transição do Sudão para um governo civil: o comandante do exército, Abdel Fatah al Burhan, e o comandante dos paramilitares das FAR (Forças de Apoio Rápido), Mohamed Hamdan Daglo. Desde então, os combates com armas pesadas são intensos e a aviação […]

today17 de abril de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%