G1 Mundo

Kremlin critica condenação de Trump e acusa EUA de tentar eliminar ‘rivais’

today31 de maio de 2024 8

Fundo
share close

O porta-voz do Kremlin, Dmitry Peskov, disse nesta manhã que o veredito dado pelo júri do caso “mostrou que todos os meios legais e ilegais estão sendo usados ​​nos Estados Unidos para se livrar de rivais políticos”.

“Se falarmos de Trump, o fato de que há simplesmente a eliminação, de fato, de rivais políticos por todos os meios possíveis, legais e ilegais, é óbvio”, disse Peskov a repórteres em Moscou.

O presidente russo, Vladimir Putin, ainda não havia comentado a decisão até a última atualização desta reportagem.



O presidente dos EUA Donald Trump e o presidente da Rússia Vladimir Putin apertam as mãos durante encontro em Helsinki, na Finlândia — Foto: Kevin Lamarque/Reuters

Com a condenação de sexta-feira, Trump se tornou o primeiro presidente dos Estados Unidos a ser condenado criminalmente.

O juiz Juan Merchan, responsável pelo caso, deve anunciar a sentença do caso em 11 de julho, mas o ex-presidente, que é candidato à presidência dos EUA pelo Partido Republicano, ainda pode concorrer nas eleições, que acontecem em novembro.

Mesmo condenado, Trump pode disputar a eleição presidencial deste ano e governar, se vencer — inclusive se for preso. Não há nada na lei americana que o impeça. Ele também pode recorrer da condenação.

“Vamos apelar assim que possível”, disse Blanche em entrevista à CNN norte-americana.

Quais outros casos criminais Trump enfrenta na Justiça?

Esse foi o primeiro dos quatro casos criminais que Donald Trump enfrenta na Justiça. Nenhum dos outros três deverá ser julgado neste ano. A aposta do ex-presidente é voltar à Casa Branca para usar o poder do cargo para se livrar de seus problemas na Justiça.

Trump é réu por ter tentado se manter no poder ilegalmente após perder as eleições de 2020 para Joe Biden. A invasão do prédio do Congresso dos EUA em 6 de janeiro de 2021 foi parte dessa campanha ilegal.

Ainda não há uma data marcada para o início do julgamento.

  • Caso da tentativa de reverter o resultado da votação no estado da Geórgia

O ex-presidente é acusado criminalmente na Justiça do estado da Geórgia de ter tentado reverter o resultado da eleição lá.

Ainda não há uma data marcada para o início do julgamento.

  • Caso dos documentos sigilosos

Depois de deixar o governo, Trump levou embora documentos sigilosos. Ele não devolveu esses papeis e foi processado criminalmente por isso.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

‘vamos-apelar-assim-que-possivel’,-diz-advogado-de-trump-apos-condenacao

G1 Mundo

‘Vamos apelar assim que possível’, diz advogado de Trump após condenação

Ex-presidente americano foi condenado por fraude contábil por ocultar um pagamento de US$ 130 mil para a compra do silêncio de uma atriz pornô durante as eleições de 2016. Donald Trump no banco dos réus no primeiro dia de julgamento pela acusação de ocultar pagamentos a ex-atriz pornô durante a campanha de 2016, em 15 de abril de 2024. — Foto: Angela Weiss/Pool via Reuters "Vamos apelar assim que possível", […]

today31 de maio de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%