G1 Santos

Leny Eversong: relembre a carreira da cantora brasileira que fez ‘dueto’ e foi amiga de Elvis Presley

today29 de abril de 2023 3

Fundo
share close

A morte da cantora brasileira Leny Eversong completa 39 anos neste sábado (29). Registrada como Hilda Campos Soares da Silva, ela nasceu em Santos, no litoral de São Paulo, em 10 de setembro de 1920. A santista fez sucesso internacional, cantando ao lado de Elvis Presley em um programa de televisão, além de fazer shows em palcos de Las Vegas, nos Estados Unidos, e também na Europa.

Segundo o pesquisador cinematográfico Diego Neves, o encontro entre a brasileira e o ‘Rei do Rock’ aconteceu em um programa televisivo em Nova York, nos Estados Unidos, em 1957. Na ocasião, estava acertado que ela cantaria apenas uma música, uma vez que a atração principal seria Elvis. Porém, antes do início, uma ordem judicial teria proibido a apresentação do artista “devido aos movimentos com os quadris que ele fazia ao dançar, e que causavam escândalo”, explicou.

Elvis conseguiu a autorização para cantar durante a autorização da brasileira. Segundo o pesquisador, o artista teria gostado das músicas e, inclusive, pedido para cantar junto com ela. “Ficou impressionado com o talento de Leny e também a achou parecida com a sua mãe, Gladys Presley.”



A brasileira e Elvis cantaram juntos durante um programa de televisão norte-americano — Foto: Reprodução/Memória Santista

A carreira da cantora começou aos 12 anos, quando ela ainda se apresentava como Hilda Campos. De acordo com o jornalista e historiador Sérgio Willians, a brasileira foi aprovada nos testes de um quadro infantil produzido por uma rádio em Santos. “Em poucos anos, a menina já era conhecida como Hildinha, a princesa do foxtrot [dança de salão]”, acrescentou.

Ela se tornou ‘Leny Eversong’ aos 15 anos, após aceitar uma proposta de outra emissora de rádio e viajar para cantar em diversos lugares no Brasil. Segundo Willians, o primeiro disco da cantora foi gravado em 1940. A obra, além de canções em português, tinha músicas em inglês, espanhol, francês e italiano.

“Ela era conhecida como a maior intérprete nacional de música norte-americana”, explicou o jornalista e historiador. “Em 1952 ela ganhou o cobiçado prêmio Roquete Pinto [entregue aos melhores profissionais do rádio], além da medalha de ouro pela conquista do título de melhor cantora do rádio.”

Leny Eversong iniciou a carreira cantando em emissoras de rádio no brasil — Foto: Reprodução/Memória Santista

Ainda segundo o historiador, Leny chegou ao auge da carreira na década de 1950, apresentando-se fora do país. Willians explicou que, na época, a santista cantou em teatros e cassinos em Paris, Nova Iorque e Las Vegas, por exemplo.

“Para os críticos de arte da época, Leny foi a primeira brasileira a cantar em Las Vegas apenas por suas qualidades de cantora”, pontuou o historiador.

Aos 15 anos, ela se tornou Leny Eversong, ao aceitar uma proposta de outra emissora de rádio — Foto: Reprodução/Memória Santista

Final da carreira e morte

O sucesso de Leny diminuiu no final dos anos 1960. De acordo com Sérgio Willians, a carreira da cantora estava em boa fase até o marido dela ser sequestrado e desaparecer. A artista, então, teria sofrido depressão. Durante o período, o amigo e também cantor Agnaldo Rayol a acolheu no próprio sítio por um tempo.

O historiador acrescentou que, após o desaparecimento do marido, a cantora teria se afastado da vida artística, aparecendo vez ou outra em alguns eventos e programas de TV. Ela morreu em 1984, em São Paulo, aos 64 anos, vítima de diabetes.

Leny cantou em teatros e cassinos em Paris, Nova Iorque e Las Vegas — Foto: Reprodução/Memória Santista

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

feriado-do-dia-do-trabalho-altera-expediente-nas-reparticoes-publicas-de-guaruja

Prefeitura de Guarujá

Feriado do Dia do Trabalho altera expediente nas repartições públicas de Guarujá

Serviços essenciais como as UPAs 24 horas, Guarda Civil Municipal, Albergue Municipal e coleta de lixo funcionam normalmente Em virtude do Feriado do Dia do Trabalho, as repartições públicas de Guarujá terão expediente alterado na segunda-feira (01). Confira o que abre e fecha durante o recesso: – Paços municipais Raphael Vitiello e Moacir dos Santos Filho: Fecham no sábado (29), com retorno das atividades na terça-feira (02). – Guarda Civil Municipal (GCM) e Albergue Municipal: Atendimento normal. – […]

today29 de abril de 2023 3

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%