G1 Mundo

Liderança do Hamas diz que mudanças propostas em acordo de cessar-fogo não são significativas; veja pontos

today13 de junho de 2024 3

Fundo
share close

O acordo está sendo costurado com a mediação de Estados Unidos, Egito e Catar. O Hamas disse na terça-feira (11) que aceitava os termos, mas propôs alterações. O secretário de Estado dos EUA, Antony Blinken, avaliou que algumas mudanças são viáveis, enquanto outras são “impraticáveis”.

À Reuters, um dos líderes do Hamas, que não foi identificado, detalhou algumas das mudanças exigidas pelo grupo terrorista. Veja a seguir:

  • retirada completa das tropas israelenses da Faixa de Gaza;
  • fim do bloqueio israelense em Gaza, permitindo a livre circulação de bens e pessoas no território;
  • libertação de 100 palestinos que estão presos em Israel com penas elevadas.



Em relação aos prisioneiros, segundo a liderança do Hamas, Israel não estaria de acordo com a libertação de palestinos com sentenças elevadas. Uma das propostas limitava a liberação para aqueles que tivessem, no máximo, 15 anos restantes de prisão.

Na segunda-feira (10), o Conselho de Segurança da ONU aprovou uma resolução de cessar-fogo na guerra entre Israel e o Hamas. O placar da votação foi de 14 votos a favor, zero contra e uma abstenção, da Rússia.

O texto, elaborado pelos israelenses e proposto ao Conselho pelos Estados Unidos, pressiona o grupo terrorista a aceitar os termos. A resolução demanda “as duas partes a aplicarem plenamente os seus termos, sem demora e sem condições”.

A aprovação do projeto, no entanto, não significa que as partes em guerra vão cumpri-lo. O acordo é previsto para ter três fases. Em uma primeira fase, o plano prevê os seguintes termos:

  • Cessar-fogo absoluto com duração de seis semanas;
  • Retirada das forças Israel das áreas densamente povoadas da Faixa de Gaza;
  • Libertação de reféns sequestrados durante o ataque do grupo terrorista Hamas, entre eles mulheres, idosos e feridos, em troca da libertação de prisioneiros palestinos detidos por Israel.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

Notícias

Incêndio em tradicional mercado de rua na Tailândia mata cerca de mil animais que estavam à venda

Pelo menos 100 lojas foram destruídas e nenhuma pessoa se feriu. Cachorros, peixes, pássaros, coelhos e cobras estão entre os bichos mortos. Cobras e pássaros mortos em incêndio no tradicional mercado de rua Chatuchak, em Bangcoc, na Tailândia, no dia 11 de junho — Foto: Chalinee Thirasupa/Reuters Um incêndio em um tradicional mercado de rua matou cerca de mil animais em Bangcoc, capital da Tailândia, nesta terça-feira (11). Os animais estavam presos em gaiolas e não conseguiram escapar. Entre os […]

today13 de junho de 2024 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%