G1 Mundo

Liga Árabe readmite Síria depois de 10 anos de exclusão

today7 de maio de 2023 9

Fundo
share close

A Liga Árabe, um grupo de Estados da região do Oriente Médio formado em 1945, readmitiu a Síria após mais de uma década de suspensão. Esse é um esforço para normalizar os laços com o presidente sírio, Bashar al-Assad.

A decisão deste domingo diz que a Síria pode retomar sua participação nas reuniões da Liga Árabe imediatamente, enquanto pede uma resolução da crise resultante da guerra civil da Síria, incluindo a fuga de refugiados para países vizinhos e contrabando de drogas na região.

Enquanto os estados árabes, incluindo os Emirados Árabes Unidos, pressionaram pela reabilitação da Síria e de Assad, outros, incluindo o Catar, permaneceram contrários à normalização total sem uma solução política para o conflito sírio.



Alguns estão ansiosos para estabelecer condições para o retorno da Síria, com o ministro das Relações Exteriores da Jordânia dizendo na semana passada que a reaceitação da Síria, que permanece sob sanções ocidentais, seria apenas o começo de “um processo muito longo, difícil e desafiador”.

“O restabelecimento da Síria não significa a normalização das relações entre os países árabes e a Síria”, disse o secretário-geral da Liga Árabe, Ahmed Aboul Gheit, em entrevista coletiva no Cairo no domingo. “Esta é uma decisão soberana para cada país tomar.”

Uma autoridade jordaniana disse que a Síria precisaria mostrar que leva a sério a obtenção de uma solução política, já que isso seria uma pré-condição para fazer lobby para qualquer suspensão das sanções ocidentais, um passo crucial para financiar a reconstrução.

Pela decisão deste domingo, Jordânia, Arábia Saudita, Iraque, Líbano, Egito e o Secretário-Geral da Liga Árabe formarão um grupo ministerial para fazer a ligação com o governo sírio e buscar soluções para a crise por meio de medidas recíprocas.

As medidas práticas incluem esforços contínuos para facilitar a entrega de ajuda na Síria, de acordo com uma cópia da decisão vista pela Reuters.

A adesão da Síria à Liga Árabe foi suspensa em 2011 após a repressão aos protestos de rua contra Assad que levaram à guerra civil. Vários estados do Golfo, incluindo a Arábia Saudita, começaram a apoiar grupos rebeldes que lutam para derrubar Assad do poder.

Os Estados Unidos criticaram neste domingo a readmissão da Síria na Liga Árabe, dizendo que Damasco não merece ser trazido de volta ao grupo, enquanto levantam questões sobre a disposição do presidente sírio, Bashar al-Assad, de resolver a crise resultante da guerra civil da Síria.

Os EUA acreditam, no entanto, que os parceiros árabes pretendem usar o envolvimento direto com Assad para tentar resolver a crise de longa data do país e que Washington está alinhado com seus aliados nos “objetivos finais”, disse um porta-voz do Departamento de Estado.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

britanicos-seguem-comemoracao-de-novo-rei-com-piqueniques-pelo-pais;-veja-galeria-de-fotos

G1 Mundo

Britânicos seguem comemoração de novo rei com piqueniques pelo país; veja galeria de FOTOS

Tanto em pequenas vilas como em grandes cidades, foram expostas bandeiras do Reino Unido para comemorar o novo rei. Kate Perry, Janja, princesa Charlotte: veja o look dos convidados na Coroação As cores e os padrões da bandeira também estavam em outros itens e utensílios: toalha, guardanapos, chapéus etc. Nem Charles nem a rainha Camilla participaram de um piquenique público. O príncipe William, herdeiro do trono, e mulher dele, Kate, […]

today7 de maio de 2023 77

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%