G1 Santos

Lua cheia influencia na maré e revela destroços de ‘navio fantasma’ no litoral de SP; FOTOS

today5 de julho de 2023 2

Fundo
share close

Os destroços do veleiro inglês Kestrel, encalhado na orla santista há mais de 100 anos, puderam ser vistos em Santos, no litoral de São Paulo. Segundo a Marinha do Brasil, a fase da lua cheia influenciou no fenômeno ‘maré sizígia’, que é quando o mar produz picos mais altos ou baixos do que o normal. Como a maré recuou foi possível ver a embarcação.

Em nota, o setor de meteorologia da Marinha, explicou que é comum que a maré baixa junto a ventos persistentes contribuírem para o recuo do mar. No entanto, de acordo com a instituição, nem sempre é tão perceptível como foi em Santos nesta quarta-feira (5).

A prefeitura da cidade acrescentou que o posicionamento de um sistema de alta pressão vindo do leste foi um dos fatores que contribuiu para afastar água da costa. A maré chegou na previsão mínima prevista de – 0,2 m, ou seja, negativa. Apesar da maré baixa, a Marinha afirmou que não foi emitido aviso de mau tempo.



Fenômeno conhecido como ‘maré sizígia’ fez a maré de Santos (SP) ficar abaixo de zero — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

Maré de Santos (SP) chegou na previsão mínima prevista de – 0,2 m, ou seja, negativa — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

“Esse navio estava enterrado ali há muito tempo e, com o rebaixamento da areia, acabou ‘aflorando’. Pela mureta do canal, por onde passa parte da estrutura desse barco, dá para ver que mais de 1,5 metro de areia foi rebaixada nessa área”, explicou a então subprefeita da região da orla, Fabiana Ramos Garcia Pires.

Fase o quarto da lua cheia influenciou a baixa da maré em Santos (SP) — Foto: Vanessa Rodrigues/A Tribuna Jornal

Funcionários da limpeza urbana do município se depararam com a estrutura parcialmente enterrada na areia durante a limpeza das praias em agosto de 2017. Equipes da prefeitura foram deslocadas ao local e constataram aquilo que parecia ser parte do casco de uma embarcação de madeira. Na ocasião, a área foi isolada, por segurança.

Na época, o então prático em atividade mais antigo do Brasil, Fabio Mello Fontes, explicou se tratar de uma embarcação construída antes de 1930. “Ferro e madeira não foram mais usados depois desse período, por isso, deve ter mais de 100 anos. Certamente é uma embarcação muito antiga, que ainda requer investigação minuciosa”, disse.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

fundo-social-e-projeto-biblioteca-cidada-entregam-cadeiras-de-rodas,-fardos-de-agua-e-kits-de-limpeza

Prefeitura de Guarujá

Fundo Social e Projeto Biblioteca Cidadã entregam cadeiras de rodas, fardos de água e kits de limpeza

Foram beneficiados o Projeto Marias e a Unidade Básica de Saúde (UBS) Pernambuco Com o objetivo de favorecer a mobilidade de pacientes atendidos nas unidades de saúde de Guarujá, o Projeto Biblioteca Cidadã da Secretaria de Educação (Seduc), em parceria com o Fundo Social de Solidariedade (FSS) entregou, na manhã da última quarta-feira (5), três cadeiras de rodas, além de 30 kits de limpeza e 30 fardos de água à […]

today5 de julho de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%