G1 Mundo

Lula e Macron conversam por telefone sobre guerra Israel-Hamas e situação de reféns

today20 de outubro de 2023 9

Fundo
share close

Segundo o governo brasileiro, na ligação, Lula agradeceu o apoio francês à proposta de resolução apresentada pelo Brasil no Conselho de Segurança das Nações Unidas, no início da semana.

Presidido pelo Brasil neste mês, o conselho teve 12 dos 15 votos favoráveis à resolução, incluindo o da França – mas o texto foi vetado pelos Estados Unidos. Veja no vídeo:



EUA vetam texto do Brasil sobre guerra Hamas x Israel no Conselho de Segurança da ONU

EUA vetam texto do Brasil sobre guerra Hamas x Israel no Conselho de Segurança da ONU

“Ambos [Lula e Macron] trataram da importância de se estabelecer corredor humanitário para a saída de estrangeiros e entrada de água potável, alimentos e remédios na Faixa de Gaza”, diz material divulgado pelo Palácio do Planalto.

“Os dois presidentes concordaram sobre a necessidade de libertação imediata dos reféns pelo Hamas e sobre o terrível impacto do conflito nas crianças palestinas e israelenses. Manifestaram preocupação com os riscos de escalada do conflito”, prossegue.

O telefonema, ainda segundo o governo brasileiro, tratou também dos avanços nas negociações para a realização de novas eleições presidenciais na Venezuela, e de negociações ligadas ao tratado de cooperação na Amazônia.

Lula também convidou Macron a visitar o Brasil – e, segundo o Planalto, o presidente francês confirmou sua primeira visita oficial no primeiro semestre de 2024.

Telefonemas de auxiliares de Lula

Nesta quinta-feira (19), o assessor especial do presidente Lula para assuntos internacionais, Celso Amorim, conversou por telefone com Emmanuel Bonne, assessor de Macron.

A GloboNews apurou que, na conversa, Bonne transmitiu a Amorim o recado do presidente francês de agradecimento à tentativa brasileira de aprovar no Conselho de Segurança da ONU a resolução sobre o conflito em Israel.

Além disso, manifestou o entendimento de Macron de que Brasil e França deveriam seguir trabalhando juntos na busca de uma solução.

A França, diferentemente do Brasil, tem direito ao chamado assento permanente no Conselho de Segurança e, com isso, tem poder de veto no conselho durante votação de resoluções.

Além da conversa de Amorim com Bonne, o chanceler Mauro Vieira também tem conversado com representantes de outros governos, entre os quais a própria França, mas também Egito, Reino Unido e Rússia.

Em todos os casos, a discussão sobre a busca por uma solução para o Oriente Médio.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

juiz-ameaca-prender-trump-por-violar-de-ordem-de-silencio,-diz-nbc

G1 Mundo

Juiz ameaça prender Trump por violar de ordem de silêncio, diz NBC

O juiz Arthur Engoron disse no tribunal que Trump fez “uma postagem falsa e depreciativa sobre meu secretário”. O juiz diz ainda que conversou com o ex-presidente sobre o assunto. “Ordenei que ele removesse a postagem imediatamente e ele disse que a retirou”, disse Engoron, citado pela agência de notícias. "Apesar desta ordem, ontem à noite soube que a postagem ofensiva nunca foi removida de um site. Esta é uma […]

today20 de outubro de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%