G1 Mundo

Macron enfrenta mais um dia de protestos em toda a França por causa do aumento da idade de aposentadoria; FOTOS

today23 de março de 2023 11

Fundo
share close

O nono dia de protestos convocados pelos sindicatos contra a reforma da Previdência do presidente Emmanuel Macron reuniu, nesta quinta-feira (23), 1,089 milhão de pessoas em toda a França, segundo o Ministério do Interior.

O balanço de quinta é inferior em 200 mil pessoas ao recorde das mobilizações contra o aumento da idade de aposentadoria, registrado em 7 de março. A central sindical CGT, por sua vez, estimou em 3,5 milhões o numero de manifestantes nos dois casos.

Os trabalhadores franceses estão insatisfeitos com a descisão de Macron de aumentar a idade da aposentadoria de 62 pra 64 anos. Eles bloquearam o acesso a um terminal do principal aeroporto de Paris, nesta quinta-feira (23), como parte de protestos em todo o país, forçando alguns viajantes a chegar no local a pé.



Veja abaixo fotos das manifestações:

Manifestações acontecem em todo o país contra a reforma previdenciária de Macron

No aeroporto Roissy-Charles De Gaulle e em toda a França, ações de pequenos grupos de manifestantes bloqueavam estradas e acesso a escolas e universidades, enquanto se reuniam com faixas com os dizeres “Não à reforma previdenciária”.

Perto de Toulouse, no sudoeste, nuvens de fumaça foram vistas subindo de pilhas de destroços em chamas paralisando o tráfego em uma rodovia. Ativistas sindicais também bloquearam os trilhos do trem na estação Gare de Lyon, em Paris, mostraram imagens da TV BFM.

Pesquisas de opinião mostram que a maioria dos eleitores se opõe ao aumento da idade de aposentadoria em dois anos, para 64 anos.

Os eleitores ficaram ainda mais irritados com a decisão do governo na semana passada de aprovar a mudança nas aposentadorias no Parlamento por um mecanismo que não exige votação e com os comentários desafiadores de Macron na quarta-feira.

“Estou em greve para protestar contra a reforma da previdência, mas também contra o que está acontecendo no governo”, disse a funcionária de programação da Air France Lucile Bidet, de 27 anos, em um ato em Nantes.

“Eles não estão mais ouvindo as pessoas.”

Macron quebrou semanas de silêncio sobre a nova política para dizer que permanecerá firme e que a lei entrará em vigor até o final do ano, a certa altura comparando os protestos com a invasão do Capitólio dos Estados Unidos em 6 de janeiro de 2021.

Presidente da França diz que vai começar a reforma das regras das aposentadorias até o fim do ano

Presidente da França diz que vai começar a reforma das regras das aposentadorias até o fim do ano




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

carne-bovina:-brasil-amplia-lista-de-frigorificos-com-aval-e-deve-reverter-prejuizo-apos-fim-de-embargo-da-china,-diz-ministro

G1 Mundo

Carne bovina: Brasil amplia lista de frigoríficos com aval e deve reverter prejuízo após fim de embargo da China, diz ministro

Com isso, diz Fávaro, o país deve recuperar – e até superar – os prejuízos causados por quase um mês de embargo da China à importação de carne bovina brasileira, motivado por um caso atípico de doença da vaca louca em uma propriedade no Pará (entenda abaixo). Frigoríficos de Rondônia, Espírito Santo e Paraná conseguiram também nesta quinta o aval do governo chinês para exportar carne bovina para o país […]

today23 de março de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%