G1 Mundo

Manifestantes vão às ruas de Israel no 15º sábado de protestos contra reforma do Judiciário

today16 de abril de 2023 12

Fundo
share close

“Salvemos a democracia”, diziam algumas faixas, entre uma onda de bandeiras israelenses. Alguns manifestantes acenderam sinalizadores e latas de fumaça, relataram jornalistas da AFP.

Outros protestos, com menor número de participantes, também foram registrados nas cidades de Jerusalém, Haifa (norte) e Modiin (centro), em frente à casa do ministro da Justiça, Yariv Levin.

Manifestantes protestam em Tel Aviv contra reforma do Judicário proposta por Benjamin Netanyahu, em foto de 15 de abril de 2023 — Foto: Jack Guez/AFP



A proposta de Netanyahu aumenta o número de representantes do governo em um comitê que aprova indicados para a Suprema Corte. Além disso, ela prevê que as decisões do Parlamento, que hoje é ultraconservador, possam se sobrepor às da Suprema Corte.

O governo alega que a medida vai equilibrar os poderes entre o Parlamento e a Suprema Corte, que é apontada como politizada pelo governo. Já os opositores consideram que a reforma pode levar o país a um modelo autoritário.

Entenda a reforma do Judiciário em Israel

Entenda a reforma do Judiciário em Israel

Desde que a reforma foi anunciada, em janeiro, dezenas de milhares de pessoas se manifestam semanalmente para denunciá-la.

Manifestantes protestam em Tel Aviv contra reforma do Judicário proposta por Benjamin Netanyahu, em foto de 15 de abril de 2023 — Foto: Jack Guez/AFP

“Todos estamos cansados e não queria vir hoje, mas minha irmã me disse: ‘não temos opção’ e é verdade, não temos opção, não podemos baixar a guarda, precisamos defender o nosso país”, disse Karen Baron, uma psiquiatra de 45 anos.

Os protestos deste sábado ocorreram um dia depois de a agência de classificação financeira americana Moody’s anunciar que rebaixou a perspectiva de crédito de Israel de “positiva” para “estável”.

De acordo com a agência, esta mudança reflete “uma deterioração da gestão de Israel, como mostram os acontecimentos recentes devido à proposta de governo para reformar o sistema judicial”.

Manifestantes protestam em Tel Aviv contra reforma do Judicário proposta por Benjamin Netanyahu, em foto de 15 de abril de 2023 — Foto: Jack Guez/AFP




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

como-um-militar-de-baixa-patente-de-21-anos-conseguiu-acesso-a-documentos-‘ultrassecretos’-dos-eua

G1 Mundo

Como um militar de baixa patente de 21 anos conseguiu acesso a documentos ‘ultrassecretos’ dos EUA

Há detalhes importantes sobre o acesso que Teixeira teve a documentos confidenciais, sua carreira no Exército e a cronologia dos eventos que levaram à sua prisão em 13 de abril. O jovem de 21 anos, membro da Guarda Aérea Nacional de Massachusetts, enfrenta acusações de "retenção e transmissão não autorizada de informações de defesa nacional" e "remoção e retenção não autorizada de documentos ou materiais sigilosos". As acusações podem gerar […]

today15 de abril de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%