G1 Mundo

Massacre no México: autoridades atribuem a facções morte de 10 pessoas que participavam de rali

today22 de maio de 2023 8

Fundo
share close

Um grupo portando armas desceu de um caminhão na tarde de sábado e abriu fogo contra os pilotos que participavam do evento no município de Ensenada, matando dez pessoas e ferindo outras nove.

Num comunicado a que a AFP teve acesso este domingo, o procurador do Estado, Ricardo Iván Carpio, disse que um caminhão do qual os agressores teriam disparado foi abandonado no local dos acontecimentos e que tem pelo menos três buracos de bala e manchas de sangue dentro.

“Com essas novas constatações pudemos apurar que esse incidente se deve a um confronto entre supostos criminosos que atiraram uns contra os outros no evento”, afirmou o procurador, citado no texto.



O Ministério Público explicou que o ataque foi repelido por algumas pessoas que estavam do lado dos pilotos. “As investigações serão destinadas a estabelecer a origem e o motivo do confronto entre supostos grupos de crime organizado”, acrescentou.

O Ministério Público de Baja California, estado ao qual pertence Ensenada e é duramente afetado pela violência do narcotráfico, anunciou a formação de um “grupo especial de investigação” para identificar os assassinos e determinar os motivos do ataque, diz o comunicado.

Alguns feridos foram atendidos por paramédicos da Cruz Vermelha local, e depois transferidos para hospitais no centro de Ensenada, município de cerca de 440 mil habitantes.

Por seus terrenos desérticos, Baja California é sede de corridas de veículos 4×4 com a participação de pilotos de todo o mundo.

Uma das corridas mais famosas é a chamada “Baja 1000”, na qual competem carros, motos e quadriciclos deste tipo.

Baja California é um dos estados com maior número de homicídios dolosos no México. A maioria é atribuída pelo governo à disputa entre gangues do crime organizado. Entre janeiro e abril, foram registrados 721 assassinatos no estado, segundo dados oficiais.

Esse e outros cinco estados concentram 47,3% do total de homicídios registrados no país no mesmo período (9.912 casos).

Também já foram registrados disparos em outros eventos esportivos no México.

Em 15 de maio, seis pessoas morreram, incluindo três menores de idade, durante um ataque armado contra torcedores de uma partida de futebol na cidade de Pachuca, no estado central de Hidalgo.

O México está envolvido em uma espiral de violência que deixa quase 400 mil mortos e dezenas de milhares de desaparecidos desde 2006, quando o governo iniciou uma polêmica ofensiva antidrogas com apoio dos Estados Unidos e participação das forças armadas mexicanas.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

4-fatores-que-explicam-a-nova-desaceleracao-economica-na-venezuela

G1 Mundo

4 fatores que explicam a nova desaceleração econômica na Venezuela

Entre 2014 e 2020, o país experimentou uma das maiores contrações que uma economia já enfrentou no mundo, perdendo 75,5% de seu Produto Interno Bruto (PIB). Até que, em 2021, a economia registrou uma ligeira recuperação, que se deveu à retomada da produção de petróleo e à alta do consumo. Após sete anos de números negativos, o país experimentou um crescimento que chegou a 13,3%, segundo o Observatório de Finanças […]

today22 de maio de 2023 13

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%