G1 Mundo

Megatempestade de inverno nos EUA e Canadá afeta 250 milhões e gera caos

today24 de dezembro de 2022 48

Fundo
share close

A onda de frio pode fazer deste Natal o mais gelado em décadas, preveem meteorologistas.

O Serviço Nacional de Meteorologia dos Estados Unidos (NWS, na sigla em inglês) informou que as temperaturas podem cair para -45 °C e -56 °C em algumas partes do país.

E alertou que, mesmo nas principais áreas metropolitanas, como a cidade de Des Moines, no estado de Iowa, o frostbite (congelamento de tecido do corpo) será um grande perigo.



Segundo especialistas, isso pode ocorrer na pele exposta ao frio “em questão de cinco a 10 minutos”.

Forte tempestade de neve afeta véspera do Natal nos Estados Unidos

Forte tempestade de neve afeta véspera do Natal nos Estados Unidos

Mais de 1,5 milhão de pessoas ficaram sem energia e milhares de voos foram cancelados na sexta-feira (23/12).

A vasta tempestade se estende por mais de 3,2 mil km do estado do Texas, nos EUA, à província de Quebec, no Canadá.

Um ciclone bomba (ler mais abaixo), que ocorre quando a pressão atmosférica cai, trouxe nevasca para a região dos Grandes Lagos na fronteira dos EUA e do Canadá.

Mulher anda com o cachorro em Lake Ontario, no Canadá — Foto: Reuters

No Canadá, centenas de milhares de energia estão sem energia nas províncias de Ontário e Quebec.

Grande parte do restante do país está sob alertas de frio extremo e tempestade de inverno, das províncias de Colúmbia Britânica à Terra Nova.

As temperaturas em Elk Park, no estado americano Montana, caíram para -45 °C. Já a cidade de Hell, no estado de Michigan, ficou completamente coberta de neve.

Os termômetros marcavam ali -17 °C na noite de sexta-feira. Emily, uma garçonete de um restaurante local, disse à BBC: “Está muito frio aqui, mas estamos nos divertindo muito”.

No estado de Dakota do Sul, nativos americanos cobertos de neve queimaram roupas para se aquecer após ficarem sem combustível, disseram autoridades tribais.

Uma forte nevasca está prevista em áreas dos estados da Pensilvânia e de Michigan.

Pelo menos 19 mortes estão ligadas à onda de frio — Foto: Getty Images

A cidade de Buffalo, no estado de Nova York, espera pelo menos 89 cm de neve. A visibilidade nas estradas é “zero”, segundo o NWS, que desaconselhou os motoristas a dirigir.

Mais de 8 milhões de pessoas permanecem sob alerta de nevasca, acrescentou o órgão.

Inundações também foram registradas nas costas dos estados de Nova Inglaterra, Nova York e Nova Jersey.

No noroeste do Pacífico, alguns moradores patinaram no gelo em ruas congeladas de Seattle e Portland.

NWS informou que mais de 100 recordes diários de temperatura fria podem ser empatados ou quebrados nos próximos dias — Foto: Getty Images

Mesmo os estados do sul, geralmente com temperaturas mais amenas, como Louisiana, Alabama, Flórida e Geórgia, estão sob alertas de frio intenso.

Várias mortes relacionadas à tempestade decorreram de acidentes de trânsito, incluindo um engavetamento de 50 carros no estado de Ohio, que matou quatro motoristas. Outros quatro morreram em acidentes separados no estado.

Uma das culpas para o maior número de acidentes recai sobre a falta de operadores de limpa-neves, devido aos baixos salários.

Quase 6 mil voos nos Estados Unidos foram cancelados na sexta-feira, segundo o site de rastreamento FlightAware, enquanto passageiros lutavam para chegar em casa a tempo para o Natal. Outros 1,2 mil voos já foram cancelados neste sábado.

Na noite de sexta-feira, 1 milhão de pessoas ficaram sem eletricidade nos EUA, de acordo com a operadora PowerOutage.us.

Nevascas e inundações foram registradas nos EUA e no Canadá — Foto: Getty Images

E serviços públicos em todo o vale do Tennessee vêm implementando apagões contínuos para economizar energia.

O NWS informou que mais de 100 recordes diários de temperatura fria podem ser igualados ou quebrados nos próximos dias.

Recordes de décadas já foram igualados:

  • Em Denver, no estado do Colorado, a temperatura caiu para -31 °C na quinta-feira, a mais baixa desde a década de 1990.
  • Wichita, no estado do Kansas, registrou seu vento frio mais frio (-35,5 °C) desde 2000.
  • Em Nashville, no estado do Tennessee, as temperaturas caíram para abaixo de zero pela primeira vez em 26 anos.
  • Casper, no estado de Wyoming, registrou uma nova temperatura mínima histórica na terça-feira: -41 °C.

O que é um ciclone bomba?

Ciclone bomba é um termo dado a uma tempestade que se intensifica rapidamente, com a pressão do ar central caindo pelo menos 24 milibares em 24 horas.

Eles são chamados de ciclones bomba devido ao poder explosivo causado pela rápida queda de pressão.

Tais tempestades trazem um clima que varia de nevascas a fortes tempestades e precipitações.

Os ciclones bomba são mais comuns na costa leste dos Estados Unidos e do Canadá, onde a terra fria e a corrente quente da Corrente do Golfo fornecem condições ideais para seu desenvolvimento.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

suspeito-de-ataque-contra-curdos-em-paris-diz-ser-racista;-ato-em-memoria-as-vitimas-termina-em-violencia

G1 Mundo

Suspeito de ataque contra curdos em Paris diz ser racista; ato em memória às vítimas termina em violência

A prisão preventiva do suspeito do ataque em um centro curdo foi prolongada nesta manhã. Segundo as autoridades francesas, "a motivação racista" foi adicionada à investigação, que inclui assassinatos, tentativas de homicídio, violência com arma de fogo e violação da legislação sobre o porte de armas. Segundo o Ministério Público, ao ser interrogado, o aposentado francês de 69 anos afirmou ser racista.   O ataque ocorreu na manhã de sexta-feira […]

today24 de dezembro de 2022 198

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%