G1 Santos

‘Meia Folha’, chefe de facção morto em SP, tinha vida de luxo e colecionava livros sobre crimes e bebidas importadas; FOTOS

today14 de março de 2024 2

Fundo
share close

Cristiano morreu nesta terça-feira (12), após ser atacado a tiros em um estabelecimento comercial na Avenida São Jorge, no bairro Sítio Paecara. Ele teve perfurações no rosto, abdômen, tórax e membros superiores e inferiores.

Os livros foram encontrados por uma equipe da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Santos. Os policiais cumpriam um mandado de busca e apreensão a um apartamento de alto padrão no Centro de Guarujá relacionado ao suspeito, que era investigado por tráfico de drogas e posse de armas.

Cofre continha dinheiro, cartões e celulares em apartamento relacionado a Meia Folha — Foto: Reprodução



Na ocasião, a equipe foi recebida pela ex-sogra e ex-companheira de ‘Meia Folha’, que estavam no imóvel com o filho do casal (na época de 2 anos), e informaram que o suspeito não morava mais no local. Dentro do apartamento, os policiais encontraram e fotografaram diversos objetos, roupas e documentos de Cristiano.

A coleção de livros chamou atenção dos agentes, pois tinha obras relacionadas a criminosos como Pablo Escobar e Marcola, além de máfias e facções, como PCC e Comando Vermelho.

Nas imagens feitas por policiais, é possível ver ainda que o imóvel era decorado com quadros nas paredes. Na sala, havia jogos de sofás e diversas bebidas alcóolicas importadas expostas em um armário usado como adega (veja abaixo).

Apartamento tinha bebidas importadas em Guarujá (SP) — Foto: Reprodução

No quarto casal, foi encontrado um cofre escondido embaixo de roupas e travesseiros. Ele pertencia ao ‘Meia Folha’ e a ex-companheira não sabia a senha. Por isso, entrou em contato com o suspeito, que foi até o imóvel acompanhado do advogado.

Após verificar a ordem judicial, Cristiano abriu o cofre, onde foram localizados cartões, celulares e R$ 51 mil em espécie. Ele disse aos policiais que a quantia era fruto de seu trabalho, pois tinha uma empresa de fretes.

Os materiais, inclusive celulares, um notebook e documentos foram apreendidos. Em depoimento, Cristiano disse que não conseguia informar as senhas dos aparelhos celulares apreendidos, pois dois eram de um amigo e outro era antigo, por isso ele não lembrava mais a senha.

Dinheiro, documentos e celulares foram apreendidos em apartamento relacionado a Meia Folha — Foto: Reprodução

Cristiano era responsável por duas empresas terceirizadas pela Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo. Em nota, a administração municipal informou que “possui dois contratos vigentes com a empresa HC Transporte e Locação Eirelli, cujo responsável legal é Cristiano Lopes da Costa para prestação de serviços de controlador de acesso e de limpeza das unidades de Saúde”.

Cristiano era responsável por empresas que prestam serviço para a Prefeitura de Guarujá — Foto: Reprodução e Prefeitura de Guarujá/Divulgação

Segundo o Executivo, os dois contratos foram celebrados em 2022 com vigência de um ano e podem ser renovados por no máximo cinco. Ainda de acordo com a prefeitura, é exigido um rol de documentos às empresas vencedoras de processos licitatórios. “Sempre relacionados ao CNPJ, no sentido de comprovar a regularidade perante os órgãos competentes”.

A administração municipal informou que análises referentes à pessoa física (CPF) dos responsáveis pelas empresas não constam nas exigências legais. “Exceto no que se refere a grau de parentesco com servidores municipais ou detentores de mandato eletivos no município, o que é vedado por lei”.

Em nota, a Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) confirmou que Cristiano foi identificado como líder do tráfico de drogas de uma facção criminosa. O g1 apurou com a Polícia Civil que ‘Meia Folha’ tinha passagens criminais desde que era menor de idade.

Crime que terminou com dois baleados aconteceu no bairro Pae Cará, em Guarujá (SP) — Foto: Reprodução

Cristiano Lopes Costa, de 41 anos, foi atacado enquanto estava em frente a um carrinho de lanches. O ex-vereador Geraldo Soares Galvão, que estava no local, também foi baleado.

Segundo o boletim de ocorrência, obtido pelo g1, o proprietário do carrinho de lanches testemunhou toda a ação. O comerciante, de 47 anos, informou aos policiais que Cristiano estava sentado na cadeira quando foi atingido por tiros disparados por um motociclista, que sequer desembarcou do veículo. Ele estava com uma mochila de entregador nas costas.

A testemunha socorreu Cristiano e o encaminhou para o Pronto-Socorro de Vicente de Carvalho, mas o ‘Meia Folha’ já chegou na unidade morto.

Ainda de acordo com o boletim, a Polícia Militar (PM) encontrou o carro de Cristiano na esquina entre a Rua Antônio do Nascimento e a Avenida São Jorge. No porta-malas do veículo, foram encontrados um colete balístico, que estava dentro de uma sacola azul. Além disso, o compartimento do carro ainda tinha bebidas alcóolicas e não alcóolicas.

No interior do automóvel, também foi encontrado um celular desligado, R$ 61,80 e objetos pessoais, como cartões bancários, dois cheques no valor de R$ 7 mil e um documento de Certificado de Registro de Arma de Fogo (CRAF) de uma pistola, que não foi localizada. No banco traseiro, havia frutas, uma bíblia e materiais de limpeza.

Segundo o boletim de ocorrência, a Polícia Científica foi acionada e, ao realizar a perícia no local, encontrou dois projéteis e dois estojos deflagrados. Além disso, foram identificadas manchas de sangue entre o local do crime e o ponto onde o carro de Cristiano estava estacionado.

Afora o proprietário do carrinho de lanches, não foram identificadas outras testemunhas no local. Após o trabalho pericial, o carro de Cristiano foi removido para a Delegacia Sede, com auxílio de policiais militares. O caso foi registrado como homicídio e tentativa de homicídio.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

guaruja,-sp,-inicia-campanha-que-destina-parte-do-imposto-de-renda-para-criancas,-adolescentes-e-idosos;-saiba-como-participar

G1 Santos

Guarujá, SP, inicia campanha que destina parte do imposto de renda para crianças, adolescentes e idosos; saiba como participar

Contribuintes poderão doar até 6% do Imposto de Renda aos fundos municipais dos Direitos da Criança e do Adolescente e da pessoa idosa. A partir de sexta-feira (15), Guarujá participa da campanha do Governo Federal ‘Eu Sou Cidadão Solidário’. — Foto: Divulgação/Prefeitura de Guarujá A Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo, inicia a campanha do governo federal ‘Eu Sou Cidadão Solidário' nesta sexta-feira (15). O objetivo é financiar […]

today14 de março de 2024 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%