G1 Santos

Menino de 10 anos doa 686 galões com tampas de garrafas para serem trocadas por cadeiras de rodas

today14 de junho de 2024 11

Fundo
share close

O estudante Miguel Alves Braga, de 10 anos, encheu 686 galões com tampas de garrafas pets e destinou ao Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Praia Grande, no litoral de São Paulo. Os materiais recicláveis geram recursos para a compra de cadeiras de rodas, que emprestadas às pessoas com deficiência ou que sofreram acidentes e estão em situação de vulnerabilidade social.

Em entrevista ao g1, o menino disse que, em média, arrecada 30 tampas por dia e que incentiva os amigos a participarem da ação. Na última quinta-feira (6), por exemplo, Miguel doou 150 galões com tampinhas.

Foi a oitava vez que o garoto entrega recicláveis ao FSS. A primeira vez foi em outubro de 2021, aos 7 anos, quando doou 44 garrafas com tampinhas. “O que me motiva a ajudar o próximo é o amor. Eu incentivo meus amigos a participarem e conto com uma rede de apoio que me ajuda a arrecadar.”, explicou.



O estudante destacou que, além de ajudar o próximo, a ação é uma oportunidade de oferecer inclusão para quem necessita.

“Acho importante o projeto, porque quem precisa de uma cadeira de rodas fica feliz. Pois pode passear no shopping, praia, parque e ainda ter uma vida melhor e mais saudável”, ressaltou Miguel.

A mãe de Miguel, a funcionária pública Maria Carolina Alves Braga Silva, de 47 anos, contou que se orgulha da empatia do filho.

“A iniciativa surgiu da curiosidade do Miguel ao ver uma conhecida juntar tampinhas para trocar e ajudar o FSS de Praia Grande. Como mãe, eu fico feliz e honrada, pois acredito que a educação que estamos oferecendo para o Miguel está contribuindo para o desenvolvimento de um ser humano, empático, sensível e preocupado com um mundo melhor.”, destacou.

O estudante criou uma rede de apoio à iniciativa, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Praia Grande

O FSS de Praia Grande arrecada tampas de garrafas pets e lacres de latinhas de bebidas como refrigerante e cerveja. De acordo com a prefeitura, o FSS envia os materiais à empresa recicladora parceira.

O Fundo Social de Solidariedade (FSS) de Praia Grande arrecada materiais recicláveis. — Foto: Divulgação/ Prefeitura de Praia Grande

Posteriormente, os recicláveis são vendidos e, com o valor arrecadado, as cadeiras de rodas são compradas e entregues à administração municipal.

Interessados em participar, podem levar os donativos de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h, às unidades do Programa de Integração e Cidadania (PIC), do Centro de Apoio a Família do Educando (Cafe), do Programa Conviver ou na sede do FSS de Praia Grande, na Rua Emancipador Paulo Fefin, 775, no bairro Boqueirão.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

voo-no-havai-ficou-a-120-metros-de-bater-no-mar;-agencia-de-aviacao-dos-eua-investiga

G1 Mundo

Voo no Havaí ficou a 120 metros de bater no mar; agência de aviação dos EUA investiga

Um voo comercial da Southwest Airlines sofreu uma queda repentina de altitude e chegou a ficar a 120 metros de tocar o oceano, segundo revelou nesta sexta-feira a Agência de Aviação Civil dos Estados Unidos (FAA, na sigla em inglês). O incidente ocorreu em abril deste ano no Havaí , de acordo com a FAA, que está investigando o caso. A agência confirmou o caso, que havia sido revelado também […]

today14 de junho de 2024 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%