G1 Santos

Menino de 5 anos morre afogado em piscina de chácara em Itanhaém, SP

today18 de janeiro de 2023 68

Fundo
share close

Um menino de 5 anos morreu afogado na piscina de uma chácara em Itanhaém, no litoral de São Paulo. O pai da criança, que não estava no momento do acidente, chegou alterado à unidade de saúde onde o filho e mãe da criança estavam e tentou pegar a arma de um Guarda Civil Municipal (GCM) antes de quebrar a viatura com chutes. O motivo da revolta contra os agentes não foi informado.

De acordo com o boletim de ocorrência, o afogamento teria ocorrido no final da tarde de domingo (15). No imóvel, localizado no bairro Jardim Regina, estavam a mãe, tios e avós do garoto.

Segundo a Polícia Civil, os familiares perceberam que a criança estava no fundo da piscina e a trouxeram à superfície. Eles fizeram uma massagem cardíaca no menino, que foi levado à Unidade de Pronto Atendimento (UPA). A mãe passou mal e também precisou de atendimento médico.



A morte do menino foi confirmada por um médico de plantão assim que ele deu entrada na UPA. O caso foi registrado no 2º DP de Itanhaém como morte acidental.

De acordo com a Prefeitura de Itanhaém, o pai da criança saiu de Guarujá, onde mora, e foi para UPA, onde a morte do filho havia sido confirmada. Ao chegar na unidade de saúde, ele demonstrava ‘grande estado de descontrole emocional’, segundo a prefeitura.

O homem não havia discutido com ninguém e, mesmo assim, tentou pegar a arma de um guarda municipal que fazia a segurança do local. O pai da vítima foi dominado pelos agentes de segurança e encaminhado à delegacia.

Ainda segundo a prefeitura, o homem teria feito diversas ameaças aos guardas enquanto era levado à delegacia, onde desferiu chutes na viatura, danificando o veículo. Após a elaboração do boletim de ocorrência, ele foi liberado.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

cidades-proibem-consumacao-minima-por-cadeiras-e-guarda-sois-no-litoral-de-sp;-valor-em-praia-de-guaruja-chegou-a-r$-150

G1 Santos

Cidades proíbem consumação mínima por cadeiras e guarda-sóis no litoral de SP; valor em praia de Guarujá chegou a R$ 150

Um levantamento feito pelo g1 mostra que as cidades de Santos, São Vicente, Praia Grande, Mongaguá, Guarujá, Itanhaém e Bertioga, todas no litoral de São Paulo, proíbem que ambulantes cobrem uma consumação mínima a clientes para que usem cadeiras e guarda-sóis. A única exceção é Peruíbe, que tem legislação própria e garante aos trabalhadores a cobrança de R$ 20. A cidade proíbe que sejam feitas cobranças em troca da permissão […]

today18 de janeiro de 2023 30

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%