G1 Mundo

Milan Kundera, autor de ‘A Insustentável Leveza do Ser’, morre aos 94 anos

today12 de julho de 2023 12

Fundo
share close

A TV estatal da República Tcheca também anunciou a morte de Kundera, que nasceu na cidade tcheca de Brno em 1929. Ele vivia em Paris desde 1975.

O escritor se exilou na França à época, após ser condenado em seu país natal por criticar a invasão de tropas soviéticas à Tchecoslováquia em 1968, que reprimiu a Primavera de Praga, como ficou conhecido o movimento de democratização feito pelo governo da época.

O escritor tcheco Milan Kundera, em imagem de 2010. — Foto: Miguel Medina/ AFP



Em seu primeiro romance, “A Brincadeira”, de 1967, ele retratou e satirizou o regime comunista da Tchecoslováquia.

Kundera chegou a perder a nacionalidade tcheca e foi naturalizado francês. Anos depois, ele ganhou o Prêmio Nacional de Literatura de seu país de origem.

O autor era elogiado por seu estilo de retratar temas e personagens que flutuavam entre a vida cotidiana e o mundo das ideias. Seu livro mais famoso, “A Insustentável Leveza do Ser”, lançado em 1984, é considerado um dos principais romances do século XX.

Retrato feito em 14 de outubro de 1973 mostra o escritor Milan Kundera em Praga — Foto: AFP

Segundo a editora Gallimar, Kundera morreu na terça-feira (11) na capital francesa. A causa da morte ainda não havia sido divulgada até a última atualização desta reportagem.

‘A Insustentável Leveza do Ser’

Um dos principais romances do século XX, “A Insustentável Leveza do Ser”, lançado em 1984, inicia justamente com tanques soviéticos rodando por Praga, a capital tcheca, onde o autor viveu até 1975, quando se exilou em Paris.

Amarrando temas de amor, exílio, política com um texto profundamente pessoal, a obra foi aclamada pela crítica e deu a ele reconhecimento, com um grande número de leitores entre os ocidentais, que abraçaram tanto sua subversão antissoviética quanto o erotismo presente em muitas das suas obras.

Milan Kundera em 1963. Autor morreu no dia 11 de julho de 2023, em Paris — Foto: Nesvadba Frantisek/CTK via AP

A história tem como pano de fundo a Primavera de Praga, em junho de 1968, com a invasão soviética do país que durou até agosto daquele ano. A trama segue um cirurgião de Praga, que se exilou em Geneva e retorna para casa.

Ao se recusar a se curvar ao regime comunista, Tomás se torna um lavador de janelas e usa sua profissão para ter relações sexuais com suas clientes. Ele abraça a “leveza” e justifica suas ações com base na fidelidade emocional que tem por sua esposa, Tereza.

Uma de suas amantes, Sabina, uma talentosa artística plástica, cuja a obsessão sexual briga com a de Tomás, conduz a “leveza” ao extremo com sua total falta de compromisso com os outros. Já Tereza é a personificação do “peso”, principalmente por se entregar de corpo e alma ao seu marido, além de seus ideais políticos. Tomás e Tereza acabam seus dias em uma vida tranquila no campo.

Milan Kundera em maio de 1968. Autor morreu nesta terça-feira (11), aos 94 anos — Foto: Pavel Vacha/CTK via AP

O livro foi publicado em inglês e francês em 1984. No ano seguinte, foi lançado no original tcheco e rendeu a ele o Prêmio Nacional de Literatura, ainda que proibido na Tchecoslováquia até 1989.

Jiri Srstka, o agente literário tcheco de Kundera na época em que o livro foi finalmente publicado na República Tcheca, disse que o próprio autor atrasou seu lançamento por temer que fosse mal editado.

“Kundera teve que ler todo o livro novamente, reescrever seções, fazer acréscimos e editar todo o texto. Portanto, devido ao seu perfeccionismo, este foi um trabalho de longo prazo, mas agora os leitores receberão o livro que Milan Kundera acha que deveria existir”, disse Ststka à Rádio Praha na época.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

carreta-tomba-na-regis-bittencourt-e-deixa-motorista-ferido-no-interior-de-sp

G1 Santos

Carreta tomba na Régis Bittencourt e deixa motorista ferido no interior de SP

Segundo a Arteris, o veículo estava transportando carga de piso. Acidente provocou interdição da rodovia. Carreta tombou na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Cajati — Foto: Arquivo Pessoal/Emerson Sbenghen Um motorista de carreta, de 44 anos, ficou ferido após o veículo tombar, na manhã desta quarta-feira (12), na rodovia Régis Bittencourt, na altura de Cajati, no interior de São Paulo. O acidente causou interdição e congestionamento na rodovia. De […]

today12 de julho de 2023 9

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%