G1 Mundo

Milei, Massa e Bullrich: quem são os principais candidatos à presidência da Argentina

today14 de agosto de 2023 13

Fundo
share close

Com cerca de 97% das urnas apuradas, 3 nomes surgem como os principais candidatos à presidência: Javier Milei, Patrícia Bullrich e Sergio Massa.

Veja quem são eles abaixo:

Candidato à presidência da Argentina, Javier Milei, deixa sua escola eleitoral após votar nas primárias em Buenos Aires em 13 de agosto de 2023 — Foto: Mariana Nedelcu/REUTERS



Líder de votos nas eleições primárias, Milei é um economista argentino, tem 52 anos e é natural de Buenos Aires.

Candidato da extrema-direita já se declarou admirador de Jair Bolsonaro e Donald Trump.

Com costeletas longas e o cabelo bagunçado, Milei já cantou rock durante seus comícios e é visto por muitos como um personagem que vinha de fora da política para combater as más práticas da política.

Entre suas principais propostas estão dolarizar a economia, fechar o banco central e erradicar vários ministérios para encolher o estado.

A candidata presidencial Patricia Bullrich, da coalizão Unidos pela Mudança, acena para apoiadores na Argentina — Foto: Daniel Jayo / AP Photo

Representante do segundo partido mais votado, “Juntos por el Cambio”, Patrícia é uma jornalista de 57 anos e concorrerá à Casa Rosada pela centro-direita.

Ela já foi ministra da Segurança e venceu a concorrência interna do partido contra o atual prefeito de Buenos Aires, Horácio Larreta.

Bullrich propõe remover rapidamente os controles de capital, cortar gastos para combater a inflação e reduzir os impostos sobre as exportações agrícolas, o principal motor econômico da Argentina.

Sergio Massa durante evento em Buenos Aires em 19 de julho de 2023 — Foto: Agustin Marcarian/REUTERS

Representando o terceiro partido mais votado nessas primárias, Sergio Massa será o candidato pelo partido tradicional “Union por la Pátria”.

O atual ministro da Economia é advogado, tem 51 anos e é pai de dois filhos. Ele foi o nome escolhido para representar o governo peronista, a principal força política da Argentina por décadas.

Massa permeia suas promessas em torno da inflação, que chegou a 116% no país sul-americano.

O candidato da esquerda enaltece em suas entrevistas as capacidades de negócios internacionais que a Argentina tem a partir do petróleo, gás e o lítio (metal leve normalmente utilizado em baterias).

O atual presidente do país, Alberto Fernandez, disse em abril que não irá se candidatar à reeleição.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

heroi-ou-assassino?-6-momentos-da-historia-de-pancho-villa,-lider-da-revolucao-mexicana-morto-com-150-tiros-ha-um-seculo

G1 Mundo

Herói ou assassino? 6 momentos da história de Pancho Villa, líder da Revolução Mexicana morto com 150 tiros há um século

As definições podem variar de um extremo ao outro quando o assunto é a vida de José Doroteo Arango Arámbula – mais conhecido como Pancho Villa, um dos líderes da Revolução Mexicana. Seu assassinato, em 20 de julho de 1923, acaba de completar 100 anos. Nascido na pobreza em uma fazenda no Estado de Durango, no norte do México, Pancho Villa envolveu-se em atividades ilegais desde a adolescência, seja para […]

today14 de agosto de 2023 8

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%