G1 Santos

Ministério Público do Trabalho em Santos, SP, processa Poupafarma em R$ 1 milhão

today9 de março de 2023 11

Fundo
share close

O Ministério Público do Trabalho (MPT) de Santos, no litoral de São Paulo, processou a Poupafarma em R$ 1 milhão pela falta de pagamento dos salários de ex-funcionários e cancelamento de planos de saúde. O valor da causa já foi calculado prevendo a indenização dos trabalhadores. O órgão também pediu o bloqueio de bens da empresa.

A ação civil coletiva foi ajuizada na quarta-feira (8) com pedido de urgência. Segundo o MPT, o processo tem objetivo de garantir os pagamentos atrasados dos mais de mil ex-funcionários da rede, demitidos em 6 de fevereiro, que não receberam desde o começo do ano.

O MPT conta que, apenas em 2023, recebeu 17 denúncias alegando que a Poupafarma não depositava salários e verbas [que incluem 13° salário, aviso prévio indenizado, férias e outros benefícios]. O ministério, então, questionou a empresa, que confirmou não ter quitado os salários dos empregados em janeiro e fevereiro deste ano, sob a justificativa de estar em processo de recuperação judicial.



O procurador do trabalho que atua no caso afirma que as obrigações trabalhistas devem ser cumpridas integralmente, ainda que a empresa esteja em processo de recuperação judicial.

Segundo o MPT, a Poupafarma também reconheceu não ter feito o recolhimento do FGTS desde outubro de 2022 e nem o depósito integral de vales transporte e alimentação desde dezembro do mesmo ano.

Em audiência com a Poupafarma, o MPT propôs um Termo de Ajustamento de Conduta como forma de negociar o cumprimento das obrigações trabalhistas, mas a empresa recusou a proposta. Por esse motivo, o ministério entrou com o processo.

O g1 solicitou posicionamento da Poupafarma acerca do processo do MPT, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

alemanha-processa-ativista-por-apoio-a-invasao-da-ucrania

G1 Mundo

Alemanha processa ativista por apoio à invasão da Ucrânia

De acordo com informações divulgadas na quarta-feira (08/03) pelo site alemão de notícias T-Online, a russa Elena Kolbasnikova será julgada a partir de 29 de março por ter se manifestado a favor da invasão da Rússia na Ucrânia durante um protesto pró-Kremlin em 5 de maio de 2022 na cidade de Colônia, no oeste da Alemanha. "A ré manifestou sua aprovação à guerra de agressão russa na Ucrânia durante um […]

today9 de março de 2023 11

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%