G1 Mundo

‘Movimento militar é inédito neste século’; entenda crise na Bolívia que levou a invasão ao palácio presidencial

today26 de junho de 2024 3

Fundo
share close

Juan José Zúñiga foi destituído pelo presidente Luis Arce após uma série de declarações contra o ex-presidente Evo Morales, que aspira voltar ao cargo presidencial nas eleições do ano que vem.

Evo Morales rompeu com Arce no ano passado, mas faz parte do mesmo movimento do atual presidente.

“Nos últimos anos, houve uma série de confrontos entre Morales e Luis Arce enquanto a oposição olhava de camarote toda essa crise interna dentro do próprio partido do governo”, analisa Ariel Palácios, comentarista da Globonews.



Crise entre Zúñiga e Arce

O general Juan José Zuñiga afirmou que os militares prenderiam Morales caso o ex-presidente se candidatasse à presidência.

De acordo com Ariel Palácios, Zúñiga fez uma declaração que “ultrapassava qualquer espécie de institucionalidade”, o que levou Luis Arce a destituir o general, apesar da rivalidade com Evo Morales.

Ainda segundo o comentarista, a invasão é um “movimento militar inédito neste século”.

“Desde os anos 80 os militares não haviam se mobilizado para tentar invadir o palácio presidencial”, afirma. “Havia o mais variado tipo de rebeliões populares, de movimentos políticos, de manobras para derrubar presidentes, mas um golpe militar no estilo clássico – com os militares tomando a praça onde está o palácio presidencial – não acontecia há décadas.”

Presidente estava em outro palácio

Segundo testemunhas da agência de notícia Reuters, um tanque do Exército foi visto entrando no antigo palácio presidencial, em La Paz. Unidades militares foram vistas agrupadas em praças e ruas da capital.

“Por sorte existem dois palácios presidenciais: o palácio presidencial antigo (Palácio Quemado) e o palácio que é chamado ‘A Casa Grande do Povo’, onde estão instalados os novos escritórios presidenciais, e o presidente boliviano está neste outro palácio.

O presidente da Bolívia Luis Arce discursou ao vivo da ‘Casa Grande do Povo’, onde estão instalados os novos escritórios presidenciais.




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tentativa-de-golpe-na-bolivia:-itamaraty-divulga-telefones-para-assistencia-de-brasileiros-no-pais-vizinho

G1 Mundo

Tentativa de golpe na Bolívia: Itamaraty divulga telefones para assistência de brasileiros no país vizinho

O Itamaraty, por meio de suas repartições consulares na Bolívia, afirmou que está acompanhando a situação dos brasileiros que se encontram no país vizinho. Para garantir a segurança e o bem-estar dos brasileiros, foram disponibilizados telefones de emergência para assistência consular. Até o início da noite, nenhum brasileiro havia procurado ajuda consular, informou o governo. Confira os números de plantão: Embaixada em La Paz: +591 7061-2897 Consulado-Geral em Cochabamba: +591 […]

today26 de junho de 2024 2

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%