Tocando:

Rádio 97Web

Mulher conta como perdoou sete homens que a agrediram sexualmente aos 15 anos

Escrito por em 16 de junho de 2021

Joy Mendoza, uma mulher que foi abusada sexualmente aos 15 anos por sete homens durante um assalto em sua casa, contou sua história de perdão que emocionou milhões.

Ela cresceu em um lar cristão e cheio de amor. Seu pai é pastor e eles foram criados em princípios cristãos e admoestados na Palavra de Deus.

Mendoza cresceu em um lar feliz, eles sempre oravam, faziam estudos bíblicos, pediam por proteção todas as noites.

Porém, aos 15 anos, um incidente trágico aconteceu e desmoronou o seu mundo.

Certa noite, sua mãe e seu pai saíram para um estudo bíblico enquanto Joy e seus irmãos ficaram em casa.

O assalto

De repente, por volta das seis da tarde, dez ladrões armados entraram em sua casa, enquanto ela estava prestes a tomar banho no quarto de seus pais.

Joy sentiu que algo estava errado. “Acho que o Espírito Santo já colocou um sentido em meu coração, então orei”, lembrou ela.

Logo, ela olhou para o corredor e um homem correu em sua direção. Ela se trancou no banheiro, mas o homem armado começou a bater na porta e perguntou dos dinheiros e das joias.

Sem alternativa, Joy levou o homem até os objetos de valor. A jovem de 15 anos achou que ele iria matá-la, mas ao invés disso, ele começou a agredi-la sexualmente.

Virgem e sem nunca ter beijado na boca, Joy começou a recitar o Salmo 23 mentalmente, sem acreditar no que estava acontecendo.

Ela chorava muito, quando o ladrão terminou, ele passou ela para outro homem, até que sete ladrões a agrediram sexualmente um a um.

Mesmo diante de tanta tragédia, Deus transformou esse acontecimento horrível em um testemunho de bondade e amor.

Quando seus pais chegaram em casa, havia polícia por todos os lados. Ela se aproximou e contou que ela havia sido estuprada.

Nesse momento ela se sentiu suja, e sabia que iria doer muito em seus pais. Eles a abraçaram.

Liberando o perdão

Mesmo diante da tragédia, ela não deixou de orar e agradecer a Deus naquele mesmo dia.

Em sua trajetória para perdoar, Deus a lembrou que igualmente aqueles estupradores ela também precisava da graça dele.

Assim, Deus pediu para que ela estendesse o mesmo perdão que Ele dá para ela todos os dias, para esses criminosos.

Ela então, preferiu deixar a justiça nas mãos de Deus do que nas mãos dos homens.

Se livrou de todo o sentimento ruim, e Deus preencheu o seu coração com amor, contou ela em uma entrevista no canal do Youtube.




Opinião dos visitantes

Deixe um Comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *