G1 Santos

Mulher é achada morta dentro de casa e marido desaparece: ‘Não foi nem no velório’

today6 de janeiro de 2023 27

Fundo
share close

Uma mulher, de 34 anos, foi encontrada morta no colchão de casa, no bairro Sítio do Campo, em Praia Grande, no litoral de São Paulo. De acordo com informações da Polícia Civil divulgadas nesta sexta-feira (6), o caso foi registrado como morte suspeita. A família da vítima, no entanto, acredita que o marido dela tenha cometido o feminicídio.

O corpo de Grace Flauzino foi encontrado por familiares e, na sequência, a Polícia Militar foi acionada para atender o caso. De acordo com a PM, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência também foi acionada e chegou antes ao local, mas ela acabou não resistindo.

Ainda de acordo com a PM, a sogra de Grace estava na casa quando os policiais chegaram, por volta das 8h. Ela disse aos policiais que a nora sofria de depressão pós-parto e passou mal durante a noite. A Polícia Militar informou que o marido de Grace não foi localizado.



Familiares de Grace relataram ao g1 que a vítima vivia um relacionamento abusivo desde 2019, e que a situação piorou quando ela engravidou do último filho, que nasceu em meados de 2022. Desde então, segundo eles, o companheiro de Grace passou a agredi-la com mais frequência e chegou a quebrar o nariz dela com golpes no rosto.

A família da então cuidadora de crianças diz que o suposto agressor é impulsivo, agressivo e já ameaçou alguns parentes de Grace, como quando ela tentou terminar o relacionamento. Desde a morte dela, confirmada pelo SAMU, o companheiro desapareceu e não teve qualquer contato com a família. Segundo eles, o homem ‘não foi nem no velório e nem no sepultamento de Grace’.

Parentes da Grace contam, ainda, que desde a última gravidez dela, quando as agressões no relacionamento intensificaram, Grace precisou de atendimento médico algumas vezes e o marido afirmava que ela sofria de depressão pós-parto. A PM informou ao g1 que a médica da UPA Quietude, que teria prestado atendimento à Grace pelo SAMU, constatou a morte dela como suspeita.

O g1 questionou a Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo (SSP-SP) sobre a suspeita da família. Em resposta, o órgão informou que “não descarta nenhuma hipótese”. A secretaria também pontuou que foram solicitados exames periciais ao Instituto Médico Legal (IML) e que o caso é investigado.

Grace Flauzino deixa três filhos — Foto: Reprodução

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

tres-pessoas-da-mesma-familia-ficam-feridas-ao-serem-atingidas-por-rojoes-em-sp:-‘calca-pegou-fogo’

G1 Santos

Três pessoas da mesma família ficam feridas ao serem atingidas por rojões em SP: ‘Calça pegou fogo’

Érika disse que os avós e a mãe moram em um prédio próximo à orla e que eles desceram apenas para ver a queima de fogos e que retornariam ao apartamento logo em seguida. "Faltando 15 minutos mais ou menos a gente resolveu descer. Lembro que insisti muito para a minha irmã, que tem sete anos, ir comigo, [mas] decidiu que não queria ir de última hora, então minha mãe, […]

today6 de janeiro de 2023 23

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%