G1 Santos

Mulher sonha em reencontrar o pai com quem falou pela última vez há 18 anos por orelhão

today5 de julho de 2023 4

Fundo
share close

A cabeleireira Bibiana de Freitas sonha em reencontrar o pai com quem não fala há 18 anos. O último contato foi uma ligação feita por orelhão, o meio de comunicação disponível à época. Eles moram a quase três mil quilômetros de distância, ela em João Pessoa, na Paraíba, e José Zito de Freitas, hoje com 75, em Santos, no litoral de São Paulo.

“Se eu falar com ele pelo telefone reconheço a voz. […] Só tenho lembrança boa, meu pai é o melhor pai do mundo”, disse Bibiana, de 37.

Nascida em Cubatão (SP), a cabeleireira viveu a infância com a mãe, o pai e os três irmãos em São Vicente. O afastamento ocorreu em 2003, quando a avó materna morreu no Nordeste e todos da família, com exceção de José, se mudaram para a capital paraibana.



“Meu pai ficou trabalhando e a gente veio morar aqui [em João Pessoa]”. Bibiana conta que, apesar da distância física, os contatos telefônicos eram frequentes e duas vezes por ano José Zito visitava a família no Nordeste.

Em um desses encontros os filhos foram informados que o pai havia se mudado para Santos. O contato, porém, passou a ficar cada vez mais raro e restrito a ligações para um determinado orelhão. Em 2005 eles conversaram pela última vez, disse a cabeleireira.

O único contato que a gente tinha com ele era por orelhão, não tinha celular. A gente se mudou e ele também. Perdemos contato”, lamentou.

Bibiana conta que sempre procurou por José Zito. “O que eu pude mexer, já tentei”, disse ela que renovou as esperanças em encontrar o pai há duas semanas, quando um conhecido de São Vicente entrou em contato para perguntar sobre o pai dela.

Ele contou que tinha conhecido um homem com o mesmo nome do pai dela, que o homem trabalhava em um cemitério de Cubatão. “Eu chorei tanto com essa história achando que era meu pai”, lembrou ela, que descobriu não ser o mesmo José Zito.

Bibiana contou que o José Zito perdeu os pais ainda jovem e, por isso, ela e os irmãos nunca tiveram contato com a família paterna. Ela sabe apenas que os parentes são de Pernambuco, mas acredita que o pai permaneça na Baixada Santista e trabalhando em obras.

Bibiana guarda fotos e certidão de nascimento do pai. — Foto: Arquivo Pessoal

“Sempre digo: quando eu tiver condições de ir [para Santos] procurar por ele eu vou procurar em construções, porque ele trabalhava nesses prédios”, ressaltou.

A cabelereira tem três filhas e sonha que José possa conhecer as netas. “Tenho certeza que meu pai vai ser louco por elas […]. Ele nem sabe que tenho. Eu digo para elas que queria que o pai delas fosse como meu pai, daí iriam ter um pai de verdade, porque eu tive um”, disse a mulher.

Bibiana disse guardar com carinho as recordações que tem do pai. Ela inclusive publicou a história nas redes sociais em busca de informações para realizar o sonho de reencontrá-lo.

VÍDEOS: g1 em 1 Minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

homem-usa-cinto-para-estuprar-cunhado-e-ameaca-matar-a-familia-apos-ser-descoberto-em-sp

G1 Santos

Homem usa cinto para estuprar cunhado e ameaça matar a família após ser descoberto em SP

Um homem de 48 anos foi preso sob a suspeita de ter estuprado o cunhado, de 47, que tem deficiência física e intelectual. Conforme apurado pelo g1, nesta quarta-feira (5), assim que a esposa descobriu o crime e falou em separação foi ameaçada de morte com os três filhos menores de idade. A Polícia Civil de Barra do Turvo, no interior de São Paulo, investiga o caso. Foi a sogra […]

today5 de julho de 2023 10

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%