G1 Santos

Mulher troca sorrisos por descontos em doces e vê aumento de 80% nas vendas no litoral de SP

today4 de outubro de 2023 7

Fundo
share close

Uma vendedora ambulante, de 33 anos, resolveu trocar sorrisos por descontos em doces no semáforo em frente à Prefeitura de Guarujá, no litoral de São Paulo. Bruna Correia da Silva contou ao g1, nesta terça-feira (3), que as placas e camisetas criativas atraem a atenção dos clientes e o resultado foi um aumento de 80% nas vendas.

No início da pandemia de Covid-19, Bruna havia acabado de perder o emprego como ajudante de cozinha e decidiu participar de uma gincana para arrecadar dinheiro para a Igreja que frequenta. Em menos de uma hora, ela vendeu aproximadamente 40 saquinhos de chup-chup. Com o sucesso, a vendedora viu uma oportunidade de trabalho.

À reportagem, Bruna contou que viu um vídeo nas redes sociais sobre um vendedor ambulante com uma placa que dizia: ‘Paçoca R$ 5. Se você sorrir, eu faço a R$ 1’ e decidiu reproduzir.



Segundo ela, o aumento nas vendas foi imediato e, então, passou a usar a criatividade para novas placas. Uma delas avisa: ‘A jujuba é R$ 100. Mas, se você der um sorriso, eu te dou R$ 99 de desconto’. Outra, faz um trocadilho com o nome do bombom: ‘Nunca desista do seu sonho mesmo que seja uma simples serenata’.

Eu consigo tirar o sorriso de várias pessoas, até aquelas que você vê que estão tristes. Com as plaquinhas, eu tenho conseguido levar o meu pão de cada dia para casa [porque] aumentou bastante as minhas vendas“, afirmou.

Um dos clientes que Bruna tirou um sorriso foi o autônomo Márcio Leite. “Eu sempre vejo ela aqui. Uma mulher batalhadora, gente boa, educada e que luta pelos seus objetivos. Eu acho [as plaquinhas] bacanas e criativas. Eu mesmo dou risada“.

Moradora de Guarujá (SP) teve aumento de 80% nas vendas ao trocar sorrisos por descontos em doces — Foto: Arquivo Pessoal e Reprodução/Instagram @bruna_gratidao_2023

Hoje, a vendedora vende jujuba, paçoca, chup-chup e chocolate de segunda a sábado no semáforo em frente à prefeitura da cidade. Ela chega às 13h e só vai embora quando os doces acabam.

Apesar de ter recebido propostas de emprego, Bruna disse que não pretende parar. “As pessoas falam: ‘Você tem algo melhor, vai correr atrás’ […]. Eu falo que é porque eu gosto. Muitos dizem que a receita é fazer o que gosta. Cada dia que venho para o semáforo são as pequenas ações que transformam um momento de estresse em produtividade e felicidade“, finaliza.

VÍDEOS: g1 em 1 minuto Santos




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Santos.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

mulher-morre-e-salva-o-proprio-marido-no-litoral-de-sp-apos-dizer-sim-para-transplante:-‘a-morte-nao-vai-separar-a-gente’

G1 Santos

Mulher morre e salva o próprio marido no litoral de SP após dizer sim para transplante: ‘a morte não vai separar a gente’

Uma artesã de Cubatão (SP), morta após sofrer um Acidente Vascular Cerebral (AVC), salvou a vida do próprio marido ao dizer 'sim' para a doação de órgãos. Antes de morrer, Sibele Augusta Caputo Silva, de 53 anos, deu uma nova chance ao esposo, Mário Luiz da Silva, 58, com a possibilidade de ser a doadora do rim que ele tanto precisava. Ao g1, nesta quarta-feira (4), ele revelou que estava […]

today4 de outubro de 2023 7

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%