Gospel Prime

Museu da Cultura remove autora de Harry Potter por “visõe odiosas”

today9 de agosto de 2023 9

Fundo
share close

Um museu de cultura pop em Seattle removeu todas as referências à renomada autora de “Harry Potter”, J.K. Rowling, devido às suas opiniões consideradas “odiosas e divisivas”. Rowling, de 58 anos, tem sido alvo de críticas por parte da esquerda desde o verão de 2020, quando afirmou que existem apenas dois sexos.

De acordo com Faith Wire, Chris Moore, gerente de projeto do Museu de Cultura Pop, que é transexual, explicou anteriormente em um post de blog a decisão de apagar a presença de Rowling na exposição do museu.

“Há uma certa entidade fria, sem coração e que suga a alegria no mundo de ‘Harry Potter’ e, desta vez, não é realmente um Dementador. Nós adoraríamos seguir a teoria da internet de que esses livros foram escritos sem um autor, mas essa pessoa em particular é um pouco muito vocal com suas opiniões super odiosas e divisivas para ser ignorada”, escreveu o gerente.

Além disso, Moore continuou, dizendo que por enquanto, os curadores decidiram remover qualquer artefato da escritora desta galeria para reduzir seu impacto. Ele apontou que essa não é uma solução perfeita, mas é o que “se pode fazer a curto prazo enquanto determinamos práticas de longo prazo”.

Desse modo, o museu em Seattle manteve referências a “Harry Potter”, mas removeu qualquer coisa que pudesse sugerir que sua autora é Rowling. A reação contra Rowling começou quando ela tuitou em junho de 2020 que “não é discurso de ódio falar a verdade” sobre a realidade biológica da binariedade sexual masculino-feminino.



Nesse sentido, a autora britânica posteriormente criticou as contradições do pensamento de esquerda, daqueles que afirmam que existem inúmeros sexos, enquanto ao mesmo tempo sugerem que um indivíduo pode nascer no sexo errado dos dois existentes.

“As contradições me deixam louca. Nos dizem simultaneamente que o gênero é inato e inato, e que é uma escolha, uma performance. Todas essas coisas não podem ser verdadeiras. Se é uma escolha, então, claramente, não é inato”, escreveu Rowling.




Todos os créditos desta notícia pertecem a Gospel Prime.

Por: Redacao

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

burnout:-saiba-se-ele-pode-dar-direito-ao-auxilio-doenca!

Pleno News

Burnout: Saiba se ele pode dar direito ao auxílio-doença!

Elisângela Coelho - 09/08/2023 13h34 Burnout passou a ser considerado como “estresse crônico de trabalho” Foto: Unsplash A partir de 1º de janeiro de 2022, a Síndrome de Burnout foi oficialmente reconhecida como uma doença ocupacional. As doenças ocupacionais estão relacionadas às atividades profissionais do trabalhador. O Burnout é um esgotamento extremo e crônico causado pelo excesso de trabalho e estresse. A partir do momento em que a síndrome é […]

today9 de agosto de 2023 5

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%