G1 Mundo

Não há indicação de alienígenas ou atividade extraterrestre com derrubadas de objetos voadores, diz Casa Branca

today14 de fevereiro de 2023 11

Fundo
share close

“Eu sei que houve perguntas e preocupações sobre isso, mas não há, novamente, nenhuma indicação de alienígenas ou atividade extraterrestre com essas recentes quedas [de objetos voadores]”, disse a secretária de imprensa da Casa Branca, Karine Jean-Pierre.

No domingo (12), um general da Força Aérea dos Estados Unidos disse que não descartava alienígenas ou qualquer outra explicação ainda, adiando para especialistas de inteligência norte-americanos.

Incidentes dos últimos dias

Em 4 de fevereiro, os EUA derrubaram um balão chinês que, segundo os próprios americanos, estava sendo usado para vigilância. Antes de ser derrubado, esse balão deixou as defesas aéreas americanas em alerta máximo.



Depois disso, houve três incidentes com objetos voadores:

  • Um objeto do tamanho de um carro que voava sobre o Alasca e foi derrubado;
  • Objeto cilíndrico que voava sobre o Canadá e foi derrubado;
  • Objeto em forma octagonal em um lago na fronteira entre EUA e Canadá e foi derrubado.

Relatórios dos últimos anos: não houve visitas de extraterrestres

Recentemente, as Forças Militares dos EUA alteraram alguns termos: no lugar de objetos voadores não identificados, passaram a empregar a expressão fenômenos aéreos não identificados. Nos últimos anos, os militares fizeram tentativas de investigar avistamentos desses fenômenos.

Segundo líderes militares, foram redigidos centenas de relatórios documentando as investigações de objetos estranhos e não identificados no espaço, nos céus ou mesmo debaixo d’água.

As Forças Armadas dizem que não encontraram evidências que indiquem que houve visitas de vida alienígena inteligente.

A análise de avistamentos militares é conduzida pelo Escritório do Diretor de Inteligência Nacional em conjunto com um recém-criado departamento do Pentágono conhecido como Aaro (abreviação em inglês de Escritório de Resolução de Anomalias de Todos os Domínios).

Em um comunicado ao Congresso, feito em junho de 2021, esse escritório relatou que examinou 144 avistamentos, todos eles por parte de aviadores militares dos EUA.

A grande maioria dos incidentes ficou sem explicação por falta de análise mais profunda (apenas um incidente foi explicado: o avistamento era, na verdade, de um balão grande e desinflado).

Um relatório do Escritório do Diretor de Inteligência Nacional divulgado no mês passado citou 366 avistamentos adicionais, principalmente coisas como balões, drones ou pássaros. Mas 171 permaneceram oficialmente sem explicação.

Em dezembro, o subsecretário de defesa para inteligência e segurança, Ronald Moultrie, disse a repórteres que não havia visto nada nos relatórios que indicasse vida alienígena inteligente.

VÍDEOS: mais assistidos do g1




Todos os créditos desta notícia pertecem a G1 Mundo.

Por: G1

Esta notícia é de propriedade do autor (citado na fonte), publicada em caráter informativo. O artigo 46, inciso I, visando a propagação da informação, faculta a reprodução na imprensa diária ou periódica, de notícia ou de artigo informativo, publicado em diários ou periódicos, com a menção do nome do autor, se assinados, e da publicação de onde foram transcritos.

Avalie

Post anterior

brasil-ja-teve-mais-de-700-registros-oficiais-de-objetos-voadores-nao-identificados-e-ate-uma-‘noite-oficial-dos-ovnis’;-entenda

G1 Mundo

Brasil já teve mais de 700 registros oficiais de objetos voadores não identificados e até uma ‘noite oficial dos óvnis’; entenda

Esta, porém, não é a primeira vez na história em que forças nacionais investigam relatos e aparições difíceis de explicar. No Brasil, um relatório divulgado pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública em 2018 destaca áudios e imagens daquela que ficou conhecida como a “noite oficial dos óvnis”, em 19 de maio de 1986. A publicação do site do governo brasileiro começa com: “Você acredita que possa haver vida em […]

today14 de fevereiro de 2023 15

Publicar comentários (0)

Deixe uma resposta

Seu endereço de email não será publicado. Os campos obrigatórios estão marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.


0%